Header Ads

80% DOS HOSPITAIS PÚBLICOS DO DF TÊM PROBLEMAS EM INSTALAÇÕES CONTRA INCÊNDIO


Problemas na saída de fumaça, extintores e iluminação de emergência estão entre as deficiências encontradas pelo Corpo de Bombeiros do Distrito Federal na rede pública de saúde do DF. Dos 22 hospitais públicos, 18 apresentam processo de exigências a serem cumpridas.
O número foi apresentado pelo diretor de vistorias do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Edgard Sales Filho, durante reunião extraordinária da Comissão de Educação, Saúde e Cultura (CESC) da CLDF (Câmara Legislativa) nesta terça-feira (27). A audiência foi motivada após incêndio ocorrido no começo do mês no Hospital Regional de Santa Maria.
Presidida pela deputada Liliane Roriz (PSD), a comissão procurou conhecer o trabalho de vistoria preventiva realizada pelo órgão em hospitais públicos e privados.
— Queremos saber o que tem sido feito para evitar tragédias no DF.
Sobre o incêndio em Santa Maria, o tenente-coronel Sales Filho disse ter sido uma "fatalidade". Segundo ele, o hospital é novo e é um dos poucos com instalações contra incêndio plenas.
— Se o mesmo evento tivesse acontecido no Hospital de Base, por exemplo, a situação teria sido bem mais grave.
Segundo ele, o Hospital de Base está em processo de aplicação de penalidade por descumprimento de 63 exigências.
— No caso de um hospital particular, podemos multar e interditar, mas e o Hospital de Base?, questionou, lembrando que situações semelhantes acontecem em prédios do Congresso Nacional, ministérios, setor comercial e escolas públicas.
O chefe do Departamento de Segurança contra Incêndios dos Bombeiros, coronel André Gonçalves Elias, salientou que um dos maiores problemas para a prevenção de incêndios é o "puxadinho":
— As exigências que fazemos são para minimizar danos, e os gestores ampliam áreas e o número de atendidos, mas se esquecem de redimensionar a rede de segurança dos locais.
A presidente da comissão se comprometeu a convidar gestores dos hospitais e representantes da Defesa Civil para aprofundar o entendimento sobre a situação e cobrar providências.
Em nota, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal diz que já cumpriu boa parte das recomendações do Corpo de Bombeiros e continua trabalhado para sanar o problema. A secretaria lembra, no entanto, que a rede pública conta com 15 hospitais públicos, além do Hospital da Criança, e não 22 como apontado pelo levantamento.


FONTE: R7

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.