Header Ads

EXPLOSÃO CAUSADA POR VAZAMENTO DE GÁS DEIXA 4 FERIDOS EM SP


Um homem de 53 anos, uma mulher de 19 anos e duas crianças  de 1 ano e três meses e de 10 anos — foram resgatadas de um imóvel que desabou após um vazamento de gás ocorrido no início da manhã de hoje, em Vila Brasilândia, na Zona Norte de São Paulo. Cerca de 30 homens do Corpo de Bombeiros e 13 viaturas foram ao local, e só conseguiram resgatar no início da tarde uma mulher de 19 anos, identificada como Jaqueline, mãe das duas crianças já encaminhadas para hospitais da região. Ela foi levada ao Hospital das Clínicas, mas ainda não se sabe o estado de saúde dela.
O resgate da jovem durou cerca de cinco horas, pois ela ficou presa até o pescoço pelos escombros. Além disso, uma parede próxima à vítima corria o risco de desabar. Durante o resgate, os bombeiros tiveram que lidar ainda com o vazamento de gás no local.
 É um trabalho com muito cuidado, para que a gente mantenha a integridade e a saúde da pessoa afirmou o tenente-coronel em entrevista à Globonews.
Por volta das 7h30 deste segunda-feira os moradores da região ouviram um grande estrondo e em seguida a casa desabou. Quinze casas foram interditadas no acidente, sendo que cinco delas foram diretamente afetadas. Muitas casas da região são geminadas. Cerca de 50 pessoas que moram na região serão levadas para abrigos da prefeitura.
O senhor de 53 anos, avô das meninas, sofreu queimaduras de terceiro grau e foi levado para o hospital em um helicóptero do Corpo de Bombeiros. A criança menor teve escoriações leves, mas já teve alta do Pronto-Socorro de Pirituba. Já a maior, que é deficiente cerebral, sofreu fratura na perna e escoriações, está estável, mas faz exames no Pronto-Socorro de Vila Nova Cachoeirinha, segundo a secretaria estadual de Saúde.
A casa que desabou tem três níveis: um porão, o térreo e um andar. Para chegar à residência, os moradores tinham que passar por um corredor estreito.

FONTE: O Globo





Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.