Header Ads

MOTOS ESTÃO ENVOLVIDOS EM QUASE 30% DOS ACIDENTES COM MORTES NO DF

Quem trafega sobre duas rodas no Distrito Federal aparece com cada vez mais frequência no total de tragédias registradas no trânsito da capital. O Detran admite falhas nos cursos de formação e avisa que o processo de habilitação será revisto.

O aumento da frota e o desrespeito às normas de trânsito aparecem como ingredientes fatais para uma parcela crescente de condutores do Distrito Federal: os motociclistas. Em 94% dos acidentes envolvendo motos na capital federal, esses condutores morrem ou ficam feridos. As demais vítimas são pedestres, passageiros da motocicleta ou ocupantes de outro tipo de condução. Dos veículos em circulação no DF, aqueles sobre duas rodas representam apenas 11% da frota, mas respondem por um terço das tragédias nas vias. O índice cresce na contramão dos registros envolvendo outros meios de transporte.
Levantamento do Departamento de Trânsito (Detran) feito em 2012 revela que as motos se envolveram em 30,1% dos acidentes fatais no DF. Foram 118 casos contra 113 no ano anterior, um aumento de 4,4%, apesar de a proporção de motos em relação aos demais veículos ter se mantido. Nos primeiros seis meses deste ano, os dados apontaram uma redução, mas não o suficiente para tirar os motociclistas do foco de ação da autarquia. “Mesmo tendo baixado, está desproporcional, especialmente porque houve redução no envolvimento dos demais veículos em acidentes. Os motociclistas continuam morrendo. E não é só o profissional da moto. Quem a usa para passear ou como meio de transporte também”, detalha Francisco Saraiva, diretor adjunto do Detran.
Fonte: Correio Braziliense



Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.