Header Ads

BOMBEIROS ATENDEM EXPLOSÃO, EM RESTAURANTE NA ASA NORTE



Uma explosão em uma quadra comercial da Asa Norte de Brasília, por volta das 7h30 deste domingo (15), deixou ao menos três feridos e um rastro de destruição. Segundo o Corpo de Bombeiros do Distrito Federal (DF), a suspeita é de que tenha ocorrido vazamento de gás em um restaurante da quadra 409 Norte. No final da manhã, o prédio foi interditado pela Defesa Civil até que sejam realizados reparos na estrutura.
Responsável pela vistoria feita pela Defesa Civil após o incidente, o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros do DF Flávio Moraes relatou que os primeiros profissionais da corporação que atenderam a ocorrência retiraram do restaurante um botijão de 13 quilos que ainda estava vazando gás.

Para o oficial, o equipamento é a provável origem da explosão. Moraes ressaltou que o botijão não tinha válvula de primeiro estágio, dispositivo de segurança que reduz a pressão do cilindro.
Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros, além de destruir o estabelecimento comercial, a onda de choque provocada pela explosão atingiu 100 metros, causando prejuízos em lojas contíguas, prédios vizinhos e apartamentos localizados nos pavimentos superiores do edifício. A explosão, contudo, não provocou nenhum incêndio, afirmaram os bombeiros.
Com o impacto, vidros de quitinetes do prédio foram estilhaçados. Lojas do centro comercial também foram danificadas ou totalmente destruídas. Por recomendação dos bombeiros, todos os moradores do edifício tiveram de evacuar os imóveis por questão de segurança.
Segundo Flávio Moraes, a edificação ficou bastante danificada. "Danificaram alguns prédios ao redor também. Está bem destruído, foi uma onda de choque muito intensa", explicou o oficial.

Socorro e vistoria
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) levou um dos feridos ao Hospital de Base de Brasília e outros dois ao Hospital Regional da Asa Norte. Como as vítimas sofreram apenas ferimentos leves, todos foram liberados após receberem atendimento médico.
Pelo menos dois dos feridos foram atingidos por estilhaços de vidros por estarem caminhando próximo ao prédio no momento da explosão.
O batalhão de policiamento de trânsito do DF isolou a área próxima aos destroços. Já a Defesa Civil fez uma perícia no local para checar se a estrutura do prédio foi comprometida.
Segundo o tenente-coronel Flávio Moraes, a vistoria detectou que houve comprometimento em pilares do edifício e em uma viga localizada logo abaixo da explosão. Apesar dos estragos, o oficial do Corpo de Bombeiros afirma que é "improvável" que o edifício caia. "O risco de cair é mínimo", assegurou.
Cães do Corpo de Bombeiros também fizeram uma varredura na área destruída para averiguar se não haviam vítimas sob os destroços. Os bombeiros, no entanto, não localizaram nenhuma vítima dentro do restaurante.
FONTE: G1


Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.