Header Ads

BRASIL - APÓS QUEDA DE VIADUTO EM BELO HORIZONTE, BOMBEIROS RESGATAM COPOS DE ESCOMBROS




Por volta das 4h40 dessa sexta-feira (4/7), o Corpo de Bombeiros conseguiu remover o Fiat Uno, placa GSZ-5394, de Lagoa Santa, que ficou preso sob o viaduto que desabou na Avenida Pedro I, no Bairro São João Batista, nessa quinta-feira (3/7). Charles Frederico Moreira do Nascimento era o único ocupante do veículo. O corpo dele foi resgatado 14 horas depois da tragédia.

O desabamento de parte do viaduto em obras, que ligaria a Avenida Olímpio Mourão Filho à Avenida Pedro I, ocorreu às 15h dessa quinta e atingiu um micro-ônibus, dois caminhões e o Uno. A motorista do veículo de transporte, Hanna Cristina dos Santos, de 24 anos, morreu no local e o corpo dela foi resgatado no início da noite. No entanto, os trabalhos para a retirada do carro de passeio só começaram por volta das 21h. Cerca de 70 homens participaram da operação de resgate.

Os bombeiros e operários da construtora iniciaram o trabalho instalando cinco pequenos macacos hidráulicos para tentar levantar a estrutura de concreto e puxar o Uno. A ação não teve êxito e uma nova estratégia foi adotada: a de retirar o carro por baixo, fazendo um buraco no concreto para diminuir a pressão do viaduto sobre o veículo.

Já por volta das 23h, chegou ao local um rompedor hidráulico, um trator com uma broca perfurar rochas e concreto. Pouco antes da meia noite a máquina já havia conseguido fazer um buraco próximo ao Fiat Uno. Os escombros foram retirados por uma escavadeira. Em seguida, um bombeiro entrou embaixo do automóvel e prendeu um cabo de aço no eixo do carro com a intenção puxá-lo com uma das máquinas, mas o carro continuava preso.

Os bombeiros continuaram as escavações e usaram um caminhão-pipa para molhar o solo facilitar a retirada do Uno. A estrategia deu certo e pouco antes das 3h duas rodas do lado esquerdo do carro foram soltas. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a principal dificuldade em remover o veículo foi em função do peso da estrutura sobre o carro. O viaduto Batalha dos Guararapes pesa 2,5 toneladas e tem 150 metros de extensão.

Às 4h40, após oito horas de operação específica para a remoção do Uno, o veículo finalmente foi retirado de debaixo do viaduto. Ao todo cerca 70 homens participaram dos trabalhos.


Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.