Header Ads

EXPLOSÃO EM SUBSOLO DO CONJUNTO NACIONAL DEIXA 2 FERIDOS

  Uma explosão em uma subestação da CEB no subsolo do Shopping Conjunto Nacional, em Brasília, deixou dois funcionários da empresa feridos na manhã desta segunda-feira (25). Testemunhas disseram que viram as vítimas sendo socorridas com várias queimaduras pelo corpo.
Os feridos foram levados ao Hospital Regional da Asa Norte. O tenente-coronel Luciano Guimarães, do Corpo de Bombeiros, disse que um ferido está em estado grave. Ele teve 95% do corpo queimado. A outra vítima teve queimaduras em 15% do corpo.

 
Guimarães disse que a causa da explosão só será divulgada após a realização da perícia. "O que podemos dizer é que durante o trabalho de manutenção houve algo que provocou um curto-circuito seguido de explosão e incêndio", disse. "A voltagem da subestação chega a 13 mil volts, é muito alta. Qualquer curto-circuito tem impacto de grande potencial."
O acidente, que ocorreu por volta das 9h45, deixou o centro comercial sem energia e causou o fechamento de lojas. O Corpo de Bombeiros interditou o acesso ao subsolo do edifício. Sete carros dos bombeiros e duas ambulâncias foram deslocados para o local.
O barulho deu pra escutar lá de cima", disse Rodrigo Edney, que trabalha no primeiro andar do prédio. "A luz normal veio muito forte e depois apagou tudinho", disse Fernando Brito, que trabalha numa loja de calçados no primeiro andar.
Às 11h15, a saída de carros do estacionamento pago do shopping estava fechada e ninguém podia sair. Segundo o vigilante que trabalha no local, a saída de veículos só seria liberada com autorização da CEB. No estacionamento descoberto, era possível sentir o cheiro de queimado que vinha do subsolo do prédio.
A cliente Milena Aparecida diz que chegou ao shopping no momento da explosão. Senti o chão tremer. Falei: ‘Nossa o que é isso?’ O guarda disse que era normal por causa do metrô [a Estação Central fica a cerca de 300 metros do local da explosão]", disse. "A luz apagava e voltava no shopping."
Funcionária de uma loja do térreo, Elisangela Macedo disse que os problemas de falta de energia no prédio são comuns. "O equipamento da CEB aqui é muito antigo. As lojas ficavam sem luz com frequência e fecharam num domingo para consertarem o problema no gerador. Esse problema com essa energia não é de hoje."
"Já perdemos o dia várias vezes sem trabalhar por causa da energia", disse. "Prejudica nossa produção, a gente trabalha por comissão", afirmou.

Fonte: G1

Um comentário:

  1. Deve ser verificado se tal subestaçao subterranea possui chave a oleo no primario do transformador e qual o estado da mesma apos a explosao. Uma caracteristica destas redes eh que operam constantemente em sobrecarga, e os operarios podem ter efetuado o desligamento da chave para iniciar os serviços de manutençao. Neste caso, com a rede em sobrecarga a chave nao suporta abrir o circuito em carga e explode.
    Deve ser verificado o procedimento de trabalho das vitimas, para confirmar tal hipotese.
    Explosoes deste tipo tem varios registros nas concessionarias. Elas sabem disto, o que eh pior.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.