Header Ads

TEMPORAL NO DF CAUSA TRANSTORNOS; RAIOS ATINGE DUAS PESSOAS

Um temporal de rápida duração e grande intensidade atingiu parte do Distrito Federal na tarde desta quinta-feira (22). Houve chuva de granizo e tempestade de raios. Segundo informações preliminares, duas pessoas foram atingidas por raios, na quadra 210 Norte e em Águas Claras
Segundo o Corpo de Bombeiros da Asa Norte, um homem de 54 anos buscou abrigo embaixo de uma árvore na 210 Norte, mas acabou sendo atingido. A Secretaria de Saúde informou às 19h que o paciente foi encaminhado ao Hospital Regional da Asa Norte desacordado. O paciente foi reanimado e estava entubado e em estado grave.
O bombeiro Ivan Haxton disse que estava almoçando em um restaurante nas proximidades e que tentou reanimar a vítima por 20 minutos antes da chegada do socorro. Até as 18h50, não havia informação sobre o estado de saúde da vítima de Águas Claras.
Parte do estacionamento do condomínio Top Life, também em Águas Claras, desabou sobre carros que estavam estacionados. Pelo menos dois veículos foram atingidos.


A chuva repentina surpreendeu pessoas que praticavam "stand up paddle" (modalidade de remo em pé sobre prancha) às margens do Lago Paranoá, próximo à Ponte JK. Segundo o Grupamento de Busca e Salvamento do Corpo de Bombeiros, os atletas abandonaram os equipamentos e nadaram até a margem para escapar do temporal.
Alguns deles ficaram "presos" às pranchas por causa da movimentação das águas e tiveram de ser resgatados. Até as 18h15, os militares faziam o levantamento de quantas pessoas estavam na água no momento da chuva. Não havia registro de morte, afogamento ou desaparecimento no local.
A chuva também pode ter causado um problema na subestação 3 da CEB, que deixou 23,4 mil unidades consumidoras da Asa Norte, sem energia elétrica no fim da tarde. Segundo a empresa, o ponto é responsável pelo fornecimento de luz em metade da região por 10 minutos.
O fornecimento foi interrompido às 17h35 e restabelecido às 17h45. A CEB disse técnicos trabalhavam para identificar a causa do problema por volta das 18h15. A suspeita é que tenha relação com a chuva.
Na EPTG, o viaduto Israel Pinheiro, no acesso entre Vicente Pires, Águas Claras e Park Way, também ficou alagado. Por volta das 18h30, a chuva havia parado, mas os veículos ainda eram obrigados a desviar para rotas alternativas. Havia engarrafamento no sentido Taguatinga.
Metrô
Com a chuva, duas estações do Metrô ficaram alagadas. O problema afetou a estação Concessionárias, em Águas Claras, e a estação Praça do Relógio, em Taguaginga, que teve de ser interditada. Até as 19h, ainda não havia previsão para liberar o fluxo de passageiros no local, segundo o Metrô-DF.

Na estação Arniqueiras, houve princípio de incêndio em um dos trens. Segundo a empresa, a situação foi controlada e ninguém ficou ferido, mas as chamas causaram atraso de 20 minutos na saída dos trens.
Outro trem apresentou problema de tração entre as estações Arniqueiras e Águas Claras. Foi preciso cortar a energia do local. Os vagões permaneceram parados no local, e os passageiros tiveram de pular as cercas.
O Metrô informou que não houve choque entre os veículos, que o trem com problema foi retirado e que a situação se normalizou por volta das 20h, inclusive nas estações Concessionárias e Praça do Relógio.
No estacionamento do Ministério de Minas e Energia, cabos suspensos de eletricidade se romperam com a força das chuvas e caíram sobre carros. O acidente foi registrado pelo Corpo de Bombeiros por volta das 18h15. Até as 19h, ainda não havia informações sobre vítimas.
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.