Header Ads

BOMBEIROS INTERDITAM TRILHOS DE TRENS EM ÁREA DA MARINHA


O Corpo de Bombeiros decidiu interditar temporariamente nesta quarta-feira (2) trilhos de trem que passam na área alfa da Marinha no Distrito Federal atingida por um incêndio de grandes proporções. As chamas consumiram parte dos dormentes de madeira, e focos de fumaça ficaram espalhados pelos trilhos. A estimativa é que a área queimada já some 2,7 mil hectares, o equivalente a 2,7 mil campos de futebol.
Bombeiros atuam no combate ao incêndio desde a tarde de segunda. Nesta quarta, os focos estavam parcialmente controlados. São 300 bombeiros e 79 homens da Marinha atuando no local, além de dois aviões militares usados para jogar água nos principais focos.

De acordo com o subcomandante operacional do Corpo de Bombeiros, coronel Rogério Ribeiro Alvarenga, a Ferrovia Centro Atlântica (FCA), empresa responsável pelo trecho, foi acionada para verificar a condição dos trilhos.
A FCA informou que enviou uma equipe ao local para fazer a substituição dos dormentes danificados. A previsão era de que o tráfego de trens seria normalizado na noite desta quarta, quando o serviço deve ser concluído. Segundo a companhia, não houve grande impacto na operação.
Passam em média quatro trens por dia na área transportando combustível, areia, coque de petróleo e grãos. Segundo representantes da ferrovia, os trilhos têm uma tolerância para operar sem os dormentes de madeira. A falta de muitos deles pode causa um descarrilhamento, informou. Se os técnicos concluírem haver necessidade de reparos, o trecho pode ficar interditado entre duas e três horas durante a manutenção.
Alvarenga afirmou que a área pertencente à Marinha tem 6,2 mil hectares e é de difícil acesso. O local serve de treinamento e de moradia para servidores do órgão. Muitas pessoas no local reclamaram da quantidade de fumaça, mas elogiaram o trabalho dos militares.
Os bombeiros montaram um posto de comando no local para ter um controle maior de material e pessoal. Desde abril, a corporação estabeleceu uma operação denominada "Verde Vivo" onde são definidos equipes exclusivas para o tipo de atividade.

Nesta quarta, a temperatura pode variar entre 15º C e 32º C. Às 11h30, a umidade relativa do ar ficou em 20%, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (IML) – a menor do ano. Na segunda, a temperatura variou entre 25º C e 29º C e a umidade ficou em 25%. Na terça, a temperatura atingiu 30º C no período da tarde.
O DF teve uma média de 49 incêndios por dia em agosto, segundo os bombeiros. Em junho, o governo decretou estado de emergência ambiental por causa da seca. A medida prevê que os órgãos participantes do Plano de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais executem as medidas necessárias para minimizar as ocorrências e os efeitos das queimadas.
Fonte: Correio Braziliense

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.