Header Ads

BOMBEIROS REGISTRAM ,EM DOIS DIAS, QUATRO MORTES EM ACIDENTES NO DF


O Corpo de Bombeiros registrou, só neste final de semana, no Distrito Federal, oito acidentes de trânsito com quatro mortes - duas de atropelamento - que deixou ao menos sete pessoas feridas. Entre as 10 maiores cidades brasileiras, Brasília é a quarta com maior violência no trânsito, atrás apenas de Recife, Fortaleza e Belo Horizonte. A pesquisa é do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), lançada no início deste ano.
Novembro começou cinza. Neste domingo (1º/11), um motociclista morreu após se envolver em um acidente com um Fiat Palio em Brazlândia, na DF-455. O carro colidiu com a motocicleta, bateu em um poste de energia elétrica e acabou pegando fogo no local. O motorista fugiu sem prestar socorro a Renato Silva da Cunha, que não resistiu aos ferimentos. Já Kathney Michele Albernaz, que estava na garupa, ficou ferida, foi socorrida pelos bombeiros consciente e levada ao Hospital de Base do DF.
Mais cedo, o motorista Felipe Lutfallah Farah, filho do empresário Lutfallah Ramez Farah, perdeu o controle da Land Rover que dirigia, atropelou um motociclista, invadiu a cerca viva de um terreno no Lago Sul, na QL 2, e fugiu do local com as três mulheres que o acompanhava. A vítima foi levada ao HBDF com fratura nos membros inferiores e, segundo testemunhas, o suspeito apresentava sinais de embriaguez. Em janeiro deste ano, Felipe também perdeu o controle de um Porsche Boxter que dirigia em uma curva na QI 9 e acabou colidindo com uma árvore. O carro esportivo havia sido comprado há três dias e custava cerca de R$ 400 mil, valor semelhante à da Land Rover que dirigia nesta manhã.
Acidentes fatais
O sábado (31/10) começou movimentado. O motorista de ônibus da empresa Taguatur Gilvan João Gomes de Deus, de 39 anos, teve um infarto enquanto dirigia e morreu. Um passageiro percebeu o mal estar do condutor e correu para puxar o freio de mão do veículo. Ainda assim, o ônibus subiu o canteiro da via, no centro da cidade.
À tarde, um motociclista morreu após se envolver em uma batida com uma caminhonete Hilux, na DF 280. De acordo com o Corpo de Bombeiros, após a colisão, os dois veículos acabaram atingindo um poste de iluminação da via que caiu na pista. O homem, que bateu na estrutura, não resistiu aos ferimentos e morreu na hora. No Recanto das Emas, um homem de 32 anos morreu após colidir com um eucalipto no canteiro central da BR-060. O motorista chegou a ser socorrido pela corporação, mas não resistiu aos ferimentos.
Dois carros se envolveram em um acidente às 14h, no Eixão Sul, quando o veículo Chevrolet Corsa da cor vinho, que seguia sentido aeroporto, perdeu o controle e invadiu a pista contrária atingindo um carro VW Saveiro. O trânsito chegou a ser desviado no local para a realização da perícia. Os dois motoristas foram socorridos pelos bombeiros e levados ao HBDF.
Na noite de sábado, o pedestre Alberto Soares de Oliveira, de 42 anos, foi atropelado por uma moto por volta das 22h, na EQNN 21/23, em Ceilândia. A vítima sofreu traumatismo craniano e foi conduzida ao Hospital Regional de Taguatinga em estado grave. A perícia da Polícia Civil deve apontar as causas do acidente.
Fonte: Correio Braziliense

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.