TITULO

DF MANDAM EQUIPE PARA COMBATER INCÊNDIO NA CHAPADA DIAMANTINA.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal chegará à Bahia na manhã dessa sexta-feira (20) para reforçar o combate ao fogo, que já queimou aproximadamente 30 mil hectares de vegetação na Chapada Diamantina em 26 dias. Segundo o Ministério da Integração Nacional, 44 bombeiros chegarão ao estado em um avião Hércules, disponibilizado pela Força Aérea Brasileira (FAB).
De acordo com a pasta, o reforço foi intermediado pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), ligado ao Ministério, que recebeu do governo da Bahia a solicitação de ajuda no combate ao fogo. De acordo com o secretário estadual do Meio Ambiente, Eugênio Spengler, as chamas ainda estão sendo combatidas por bombeiros e brigadistas no Vale do Capão, no município de Palmeiras, nas proximidades do Morro Branco, Barro Branco e Parque dos Cristais.
O local de maior dificuldade de controle das chamas, ainda segundo Spengler, é na área do Morro Branco. “A situação mais crítica é no Morro Branco, porque é um local de difícil acesso. Estamos com bombeiros no local e o avião Hércules fazendo lançamentos de água. No Barro Branco, o trabalho já está mais voltado para o rescaldo. Durante a noite de ontem, 23 brigadistas trabalharam no combate e hoje de manhã subiram 24 bombeiros”, explicou.
Em nota, o Instituto Chico Mendes de Conservação do Meio Ambiente (ICMBio) informou que equipes de brigadistas e bombeiros trabalham para controlar o incêndio que atinge a região do Vale do Capão e Mucugê, áreas do Parque Nacional da Chapada Diamantina.
Com a chegada dos bombeiros, a estimativa é de que o trabalho também se intensifique nos municípios de Jacobina e Pindobaçu, entre a Serra de Senhor do Bonfim, e em Seabra, onde focos de incêndio começaram a ser combatidos por brigadistas na manhã de hoje. “Temos 26 brigadistas trabalhando nesses locais, sendo 11 de Pindobaçu e 15 de Jaguarari. Tem aviões no local também fazendo lançamentos de água. Em Seabra, são nove brigadistas. A chegadas dos bombeiros dará um reforço”, disse o secretário.
Na manhã desta quinta-feira (19), a Polícia Civil iniciou as investigações que irão apurar as causas dos incêndios. Peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT), sob o comando do delegado Rafael Almeida Oliveira, coordenador da 13ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Seabra), já estão no local.
Os incêndios já provocaram impactos ambientais considerados irreversíveis pelo secretário. O fogo destruiu áreas de Caatinga, Cerrado, e Mata Atlântica. De acordo com Spengler, uma equipe de veterinários do Instituto do Meio Ambiente Recursos Hídricos da Bahia (Inema) irá ao local para resgatar e socorrer animais atingidos pelo fogo.
As informações são do Correio.

Fonte: deolhonacidade.net


Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.