Header Ads

CIADE E SERVIÇOS DE SEGURANÇA PODEM SER TERCERIZADOS


     Segundo informações a próxima área que poderá ter alguns dos seus serviços terceirados é a segurança, já está sendo preparado um estudo para que a Central Integrada de Atendimento e Despacho – CIADE e órgãos administrativos das corporações como: protocolo, recepcionistas, telefonistas dos comandos, quarteis e batalhões, passem a ser desempenhados por empresas privadas retirando os militares da Policia Militar e Bombeiros do serviço administrativo, deslocando-os novamente para as ruas onde devem combater o crime e atender chamadas de emergência.
Iniciativa como esta de passarem algumas atribuições desempenhadas hoje pelos militares já foram feitas em governos passados, porém sem sucesso, devido à falta de experiência e capacitação dos funcionários civis, que não possuem os conhecimentos necessários para desempenhar as atividades dos militares que hoje se encontram no CIADE, levou os governos a criarem a Prestação de Tarefa por Tempo Certo (PTTC), onde militares aposentados voltam a ativa, recebendo uma gratificação para trabalharem nas áreas administrativas.
Segundo um militar da reserva do Corpo de Bombeiros “este tipo de terceirização só quem perde são os civis, pois o militar sabe como agir, enquanto o civil, apenas vai repassar a informação a unidade mais próxima, sem dar atenção nenhuma para o paciente ou vítima de crime”.
De acordo com o Sgt da Policial Militar da ativa, “um policial da reserva pode desempenhar o serviço com mais capacidade que qualquer civil pela experiência na área e pela sensibilidade na hora de filtrar as ocorrências para seu encaminhamento com sucesso. Um civil não conhece a parcialidade do serviço além das dificuldades de informar endereços aos policiais durante as ocorrências. As experiências passadas mostraram essas deficiências e retornar a elas é um retrocesso para a Segurança pública”.
Atualmente alguns militares reformados desempenham trabalhos nos comandos centrais da Policia Militar e Corpo de Bombeiros Militar, devido as PTTC parceria que tem gerado economia ao estado e bom atendimento à população, atualmente cerca de 500 militares que estavam na reserva voltaram a ativa, devido a gratificação que recebem de 25% do valor de seus salários perdidos com a reserva.
A possibilidade de os serviços passarem para a iniciativa privada, já está causando um mau estar dentro das corporações, que temem pela piora do atendimento, nas dificuldades que terão com a falta de preparo dos novos atendentes, além do possível vazamento de informações sigilosas como denúncias anônimas e áudios de atendimentos.

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.