Header Ads

INFELIZ, ESTÚPIDO, REPUGNANTE E INSENSÍVEL: COMENTÁRIO DO JORNALISTA ANTONIO DE CASTRO DO DFTV CAUSA REVOLTA NA PM

Por Poliglota
Nós contamos no local do acidente 20 viaturas da PM, fora as da Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, além do IML, tudo porque morreu um policial militar” (Antônio de Castro – Rede Globo DFTV 2ª Edição de 06/02/2016)
Caro jornalista (sic) Antonio de Castro, da Rede Globo
Infeliz, estúpido, insensível e repugnante seu comentário agora na 2ª Edição do DFTV acerca do acidente com uma viatura policial que vitimou fatalmente um dos mais condecorados, competente e responsável policial da Polícia Militar e do 2º Batalhão de Polícia Militar.

Saiba caro jornalista, que para alguém que todos os dias coloca a cara na TV para uma população de quase 3 milhões de pessoas, a sua atitude bizarra só comprova a falta de seleção por essa empresa (GLOBO) nos profissionais que a deveriam representá-la.
Você deveria pelo menos respeitar a família do policial militar morto e a FAMÍLIA POLICIAL MILITAR. Não foi “só um policial militar”, foi um pai de família, um profissional e guardião da sociedade que jurou defendê-la com o risco da própria vida. E defendendo a sociedade da criminalidade, perdeu-a!
A quantidade de viaturas na qual vocês tão “eficientemente” tiveram o cuidado de contar, simbolizava o respeito a vida humana, a solidariedade a um guerreiro que lutava contra o tempo para preservar sua própria vida. Os senhores são muito bons para cobrarem sempre da polícia, mas incapazes de apresentar qualquer solução ou cobrar das autoridades e governos que os pagam abundantemente com verbas publicitárias de mais de 100 milhões de reais atitudes concretas e práticas. Enojante!
Encerro por aqui, não por falta de assunto, pois sua atitude repugnante é motivo para um livro, mas para respeitar a ética jornalística que muitos insistem em desconhecer. Mas quero deixar-lhe um texto para que leia e reflita e, se tiver peito e coragem, leia em canal aberto e ao vivo aos seus telespectadores. Quem sabe assim você se redime da estapafúrdia besteira que fez diante de milhões de assistentes. Respeite-nos senhor jornalista!
"Enquanto todos dormem, eu estou em lugares inimagináveis, matagais intransponíveis, bueiros fétidos, casas abandonadas, entre outros lugares a que alguém normal se recusaria ir;
Enquanto todos dormem, eu estou em alerta máximo, tentando não apenas defender pessoas que nunca vi, nem mesmo conheço, mas também tentando sobreviver;
Enquanto todos dormem no aconchego de suas casas debaixo dos cobertores, eu estou nas ruas debaixo da forte chuva, com frio e cansado madrugada adentro;
Enquanto todos dormem, eu estou travestido de herói e mesmo não tendo superpoderes estou pronto para enfrentar o perigo, para desafiar a morte e, ‘quiçá, sobreviver’;
Enquanto todos dormem, eu estou dividido entre o medo da morte e a árdua missão de fazer segurança pública;
Enquanto todos dormem, eu sonho acordado com um futuro melhor, com o devido respeito, com um justo salário, com dias de paz, mas principalmente com o momento de voltar para casa e de olhar minha esposa e meus filhos e dizer-lhes que foi difícil sobreviver a noite anterior, que foi cansativo e até frustrante, mas que estou de volta e que tenho por eles o maior amor do mundo.
Esse texto eu dedico a todos os policiais que, como eu, só desejam voltar para casa, vivos!"



18 comentários:

  1. Homenagem mais do que justa. Sinto orgulho de vocês, que salvam vidas e nos protegem, dando suas vidas. Bravo.

    Carlos José de Moura

    ResponderExcluir
  2. Homenagem mais do que justa. Sinto orgulho de vocês, que salvam vidas e nos protegem, dando suas vidas. Bravo.

    Carlos José de Moura

    ResponderExcluir
  3. Perfeito...
    Que sirva para que o nosso caro jornalista reflita sobre suas infelizes palavras.

    ResponderExcluir
  4. Me solidarizo com todos os Policiais Civis, Militares... e suas abnegadas Famílias!
    Enquanto isso me admiro com o acontecido, já que sempre vi esse jornalista como representante de "humildade e bondade no falar".
    Muito triste!!

    ResponderExcluir
  5. Perguntem pra ele se compareceu algum débil mental dos Direitos Humanos... Se fosse bandido morto estaria cheio desses vermes.

    ResponderExcluir
  6. Muito bom ..e outra ele perdeu a vida ..pra defender os direitos de outras pessoas que ele nem conhece ..policial e uma das masss nobre profissão ..arisca sua vida por outro ser que não conhecer ..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nobre e o trabalhador ...e não a profissão.

      Excluir
  7. Um lixo de pessoa esse jornalista...

    ResponderExcluir
  8. Miguel Matos07/02/16 22:49

    A globo ainda existe? Há muitos anos não assisto esse canal. Acho que a melhor forma de demonstrar indignação com essa empresa é não dar audiência a ela.

    ResponderExcluir
  9. PM de Minas se solidariza com todos vocês! Que Deus abençoe a alma do falecido militar e conforte a todos familiares, companheiros e amigos! Força e honra...

    ResponderExcluir
  10. O repórter foi infeliz na composição da frase, o que ele Aix dizer foi o que muito cidadão diz: quando a vítima é um cidadão comum, não aparece uma viatura, ou aparece duas, três horas depois. Não discordo que o policial merece o devido respeito e homenagens, mas o cidadão comum como fica? Obs:falo da realidade Nacional, si quite no DF temos uma das, senão a melhor Polícia Militar do Brasil, mas o repórter falou pelo povo, só acho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você. Quando é um cidadão comum que paga impostos cavalares não aparece uma viatura. Todas as pessoas merecem respeito.

      Excluir
  11. Se ele falou pelo povo Senhor Pedro, então o povo só fala merda.

    ResponderExcluir
  12. O tal jornalista ainda não se pronunciou a respeito do infeliz comentário ?

    ResponderExcluir
  13. Infelismente morreu um cidadão de bem. Que Deus conforte essa família. Estão sacrificando o jornalista por um comentário mal entendido pela maioria das pessoas. Acho que quis dizer, tantas viaturas no local do acidente ( mais de vinte ), estava deixando parte da população sem segurança.

    ResponderExcluir
  14. ele nao falou nada errado.. 20 viaturas e um numero meio exagerado para uma única ocorrência...
    se eu estivesse neste exato momento agonizando na rua mal viria uma no única viatura da samu para me socorre .. Se eu viesse a falecer eu esperaria horas para que o iml chegasse por que vocês acham que um policial tem que ter um tratamento diferenciado? ..nessas horas somos todos iguais independente do cargo, classe social, cor ,ou religião, as viaturas que se deslocaram por conta deste policial poderiam estar atendendo outras ocorrências .. meus sinceros sentimentos por essa perda... e que Deus conforte a família deste policial .. Mais isso mais me parece uma estratégia para manchar o nome da emissora rival .. E infelizmente as pessoas se deixam levar por isso ..
    uma vida não vale mais que outra

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.