Header Ads

EMPRESÁRIOS CULPAM ROLLEMBERG PELA QUEBRADEIRA DAS EMPRESAS NO DF

Milhares de empresas deixaram de se estabelecer e outras centenas já fecharam as portas nos últimos 16 meses no Distrito Federal. Os dados são do presidente da Associação Comercial do Distrito Federal (ACDF), Cléber Pires, ao afirmar que o peso da crise econômica e política que avassala o país é sentido, com maior intensidade, no DF por causa da má gestão que vem sendo tocada pelo Governo Rollemberg.
A falta de segurança e a burocracia do GDF na liberação de alvarás têm provocado a quebradeira do setor produtivo, o que faz aumentar ainda mais o desemprego e consequentemente a violência. Diretores da Associação Comercial do DF se reuniram na manhã desta sexta-feira (29), para alinhavar uma ação jurídica que será dada entrada na Justiça na próxima segunda-feira contra o Governo de Brasília.

Não aguentamos mais ser vítimas de tantos assaltos e violência contra o setor produtivo e não temos alternativa que não seja, por meio de uma medida judicial, obrigar o Estado a nos resguardar com o direito de termos segurança destinada a funcionamento do comercio”, disse Cléber Pires em conversa com o Radar.
Ele apontou que a incidência de assaltos ocorridos contra o comercio da 307 Sul tem obrigado os empresários a mandar botar grades nas portas das lojas, contratar serviços de monitoramento por câmeras e contratar o caro serviços de segurança particular, o que  onera ainda mais os custos fixos das empresas que são obrigadas a fecharem as portas ou despedirem funcionários. O presidente da ACDF reclama que as inúmeras tentativas de diálogo com o Poder Público não surtiram efeitos e os apelos não têm sido atendidos.
O setor produtivo e a sociedade de um modo geral que pagam a conta do governo estão padecendo sem a devida proteção com essa leniência do Poder Publico com o império do crime. O governo Rollemberg prega uma coisa e pratica outra. Não é essa a Brasília que queremos” apontou o dirigente empresarial.
Cléber Pires criticou o fato de o governador Rodrigo Rollemberg considerar bastante razoável que a secretária de Segurança Pública do Distrito Federal, Márcia de Alencar, usar as viaturas da polícia para transportar seus familiares e o fato de ela ter nomeado a sua empregada doméstica para trabalhar no gabinete. “Isso simplesmente é vergonhoso e imoral. Quem paga a conta por esse privilégio todo que confunde o público com o privado, o sagrado com o profano é o já massacrado povo do Distrito Federal”, enfatizou.
Da Redação Radar.


Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.