Header Ads

UMA ESTUPIDEZ PRECONCEITUOSA, RIDÍCULA E INSENSATA

Uma matéria publicada no site politiquesbsb sob o título Polícia para quem precisa”, assinada por João Zisman, que não sei se é o redator do referido site, causou um mal estar na corporação e demonstrou a total falta de bom senso na prática do jornalismo.

Cita a matéria à nomeação no Diário Oficial do último dia 29/04 do soldado da Polícia Militar José Carlos Carneiro de Mendonça Neto à condição de Secretário Adjunto da Secretaria de Justiça e Cidadania do Distrito Federal.
No entanto, ao citar a nomeação do Soldado Carneiro, o texto trás uma conotação preconceituosa e desleal sem que seu autor tenha o cuidado de conhecer sequer o currículo do referido Praça Policial Militar. Mal sabe o jornalista (?), e disso deveria se informar, que a maioria do efetivo da Polícia Militar do Distrito Federal é composta por policiais com curso de nível superior, bacharéis graduados e até mestres e doutores em diversas áreas acadêmicas, de soldados a coronéis.
Sua “matéria” teve uma repercussão negativa no seio das casernas e a tentativa de diminuir e desqualificar a condição dos integrantes dessa valorosa instituição acabou por inseri-lo no rol daqueles jornalistas (?) sensacionalistas que só se preocupam em “vender” matéria e projetar-se sabe lá a quê ou para quem. A nomeação do soldado Carneiro é motivo de orgulho a nós policiais militares e a toda instituição, que não haja dúvidas.
Saiba senhor jornalista (?) que só o fato de o nomeado ser policial militar, independentemente do posto ou graduação que ocupa atualmente, a sua experiência profissional (isso para não falar de sua qualificação acadêmica) e sua capacidade o levou ao merecimento de tal nomeação e que com toda certeza agregará valores positivos à Secretaria de Justiça e Cidadania e, obviamente à sociedade de Brasília. Será que se fosse um coronel ou um civil haveria destaque à matéria?
Seus argumentos acerca do fato do policial ser filho de um ex-administrador de Águas Claras que atualmente é chefe de gabinete da Deputada Sandra Faraj (apadrinhado da mesma como o senhor cita) caem por terra se vossa senhoria se preocupasse em olhar diariamente o Diário Oficial do DF, já que o argumento fútil é esse. Dê uma passadinha nas Administrações de Brasília e Órgãos Públicos que compõe a estrutura do Distrito Federal e verás que a maior porcentagem de seus servidores são pessoas indicadas por autoridades, deputados e pelo próprio governador. Então, partindo desse princípio, todos apadrinhados né verdade?
Então, nobre amigo, conteste o governador que foi quem assinou o Decreto de nomeação e não tente desqualificar o soldado policial militar, a instituição e muito menos seus integrantes. Agradecemos, mas não precisamos de sua opinião, e ponto final.



Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.