Header Ads

ÁREAS QUEIMADAS NO DF SOFREM AUMENTO DE 280%

O período de seca tem trazido diversos prejuízos para a área verde do Distrito Federal. De acordo com o Corpo de Bombeiros do DF, até este domingo 7.367 hectares de vegetação haviam sido queimados no DF, contra 1.938 hectares, de janeiro até julho de 2015. O número corresponde a um aumento de 280%.
Em relação às notificações recebidas pela corporação, o número saltou de 1.140, de janeiro a julho de 2015, para 2.926, de janeiro até o último domingo. O número representa um acréscimo de 156% em um ano.
Para o capitão do Corpo de Bombeiros do DF, Gildomar Alves, o principal fator do aumento de queimadas é ação do homem, além do longo período de estiagem, em que o DF tem baixos índices de umidade relativa do ar. Neste ano, a última precipitação foi registrada no dia 18 de maio. Hoje, faz 70 dias que o Distrito Federal não registra chuvas.
As fogueiras irregulares , comuns nesta época do ano, aumentam os riscos. O Corpo de Bombeiro afirma que tem feito campanhas de prevenção com donos de chácaras para prevenir incêndios de maiores proporções.
No domingo, um incêndio atingiu a parte traseira do condomínio Jardins Mangueiral, em São Sebastião. O fogo demorou cinco horas para ser apagado e assustou os moradores da região.
Embora a seca seja normal para esta época do ano, o Instituto Nacional de Metereologia (Inmet) afirma que os índices de umidade devem baixar. Ontem, por exemplo, foi registrado 30%.
A expectativa do Inmet é que os índices possam chegar a 15% até o fim de agosto.
A OMS (Organização Mundial da Saúde) afirma que o índice de umidade recomendado para o ser humano é de 60%.
Fonte: Jornal Destak

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.