Header Ads

POLÍCIA FEDERAL PRENDE DEZ SUPOSTOS TERRORISTAS DO ESTADO ISLÂMICO NO BRASIL

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes confirmou na manhã desta quinta-feira (21) que dez supostos terroristas foram presos por ligação com o grupo terrorista Estado Islâmico.
Segundo o ministro da Justiça, a partir dessa percepção, se deflagrou a operação antiterrorismo. Ele diz que essa comunicação entre os suspeitos se deu por aplicativos de comunicação como WhatsApp e Telegram.
Seguindo um protocolo internacional de divulgação com a transparência, gostaríamos de informar que hoje foi realizada uma operação da Polícia Federal onde se realizou o rastreamento que começou com a integração entre a Polícia Federal, a Abin e as Forças Armadas, culminou na prisão de 10 indivíduos", disse o ministro.

De acordo com Alexandre, o grupo foi preso porque foi constatado fortes indícios de que os ataques poderiam ser realizados. " Houve uma série de atos preparatórios e, em um determinado momento, o grupo mostrou que o Brasil deixou de ser um país neutro e, em virtude das olimpíadas e da vinda de turistas de diversas nacionalidades, o Brasil poderia se tornar um alvo", disse.
A Polícia Federal constatou, também, atos "preparatórios" como o “batismo com facção” e a tentativa de compras de armas do Paraguai com a finalidade da "prática clara" de terrorismo. Ainda de acordo com o ministro, a prisão foi realizada depois de constatado três aspectos: "Houve um primeiro contato com o Estado Islâmico, onde eles fizeram uma espécie de juramento. Depois, as investigações indicaram uma série de atos preparatórios, como a tentativa de compra de armas do Paraguai", disse.

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.