Header Ads

BANCADA FEDERAL DO DF DEVE SE REUNIR ESSA SEMANA

PROPINA NA SAÚDE, DESVIO DE RECURSOS DO FUNDO CONSTITUCIONAL, DERRUBADAS DE CASAS E POSSÍVEL PEDIDO DE IMPEACHMENT SERÃO ALGUNS DOS TEMAS”
Uma crise sem precedentes, comparada somente ao escândalo da Caixa de Pandora e que levou a queda e prisão do ex-governador José Roberto Arruda, levou o deputado Izalci Lucas (PSDB-DF), líder da bancada, a articular uma reunião da bancada federal do DF para essa semana.
Corrupção envolvendo os membros da Mesa Diretora da Câmara Legislativa, má aplicação dos recursos do Fundo Constitucional que estão levando a Segurança Pública do DF à bancarrota, as derrubadas incontroláveis feitas pelo GDF e um possível pedido de impeachment do governador Rodrigo Rollemberg deverão ser os temas da reunião.
Outro assunto que não deve fugir às preocupações da bancada federal se refere aos gastos na olimpíada aqui na capital. Estima-se que para o desenvolver do evento, que incluía 10 partidas de futebol, o GDF gastou uma quantia próxima de R$ 30 milhões de reais, segundo a Secretária de Esporte, Turismo e Lazer, Leila Barros. No entanto, os comerciantes não ficaram satisfeitos com o retorno esperado por parte do turismo. Adendo a isso, Rollemberg editou dia 13 de julho o Decreto 37.478 remanejando mais de R$ 22 milhões da área de saúde que eram destinados para a compra de medicamentos e manutenção de equipamentos para pagar contratos de vigilância e limpeza após funcionários das terceirizadas cruzarem os braços por falta de salários
O Deputado Federal Alberto Fraga (DEM-DF) foi enfático em afirmar que está reunindo documentos junto aos órgãos locais e federais e se as suas suspeitas forem fundamentadas e confirmadas vai entrar com um processo de pedido de impeachment contra Rollemberg. “Esse é um governo tão escandaloso que não pode ficar impune às cobranças dos eleitores”, disse Fraga.
Essa semana os corredores da Câmara legislativa devem pegar fogo. O afastamento de Alexandre Braga Cerqueira, secretário executivo da Terceira Secretaria da CLDF, que é apontado por testemunhas como interlocutor de distritais na suposta cobrança de propina envolvendo contratos da iniciativa privada com a GDF pode colocar gasolina na fogueira. Pelos corredores do poder corre a boca pequena que o governador Rodrigo Rollemberg teria tido uma reunião reservada com Liliane Roriz, poucos dias antes da explosão do escândalo dos áudios, feitos pela distrital. Dizem as más línguas que foi uma daquelas “conversas sigilosas”, tipo as que não ficam registradas em agendas. Será?
Da redação,
Por Poliglota…

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.