Header Ads

EM ESTADO DE “ATENÇÃO” DF CORRE RISCO DE RACIONAMENTO DE ÁGUA

Com dois reservatórios em estado de "atenção", o Distrito Federal corre risco de ter de racionar água, segundo a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento. A Barragem do Descoberto está em 54% da capacidade total, enquanto a de Santa Maria opera com 56% da potência.
Depois do estágio de atenção, dois outros patamares são considerados mais graves pela Adasa. O segundo mais crítico é o estado de “alerta”, quando a capacidade do reservatório está entre 40% e 20%. O pior nível é o estado de “restrição”, quando o volume é inferior a 20%. Neste caso, a única solução é o racionamento.
De acordo com o presidente da Adasa, Paulo Salles, a redução do consumo de água é necessária, pois os reservatórios são dependentes das chuvas para encher as barragens.
Nós não podemos fazer chover, e nós dependemos da chuva para renovar os reservatórios. Agora, nós podemos reduzir o consumo que fazemos. Então é importante um trabalho de cada um de nós”, afirmou Salles.
O Ministério Público questiona a falta de um plano B mais eficaz para o problema da escassez hídrica no DF. Atualmente, há apenas os reservatórios de Santa Maria e do Descoberto. Existe a promessa de captação na barragem do Corumbá e do Lago Paranoá, cujas obras só devem ficar prontas em 2018.
De acordo com a promotora do Meio Ambiente Marta Eliana de Oliveira, existe no DDF uma “cultura” de invasão de terras e de contrução em local inadequado, que agrava o quadro dos baixos níveis de água dos reservatórios.
A promotoria até hoje recebe novos processos de pessoas que estão construindo, soterrando nascentes, drenando veredas. Isso faz com que a nossa água se esgote. A população ainda não está consciente da situação que nós estamos vivenciando já, agora.”

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.