Header Ads

CAIXA DE PANDORA 2 - MPDFT APURA NOVAS DENÚNCIAS

A deputada distrital Liliane Roriz (PTB) gravou conversas com a presidente da Câmara Legislativa, Celina Leão (PPS), em que a chefe do Legislativo teria tratado sobre um suposto esquema de cobrança de propina. Celina Leão e um grupo de distritais da Mesa Diretora teriam exigido dinheiro de empresários para liberar recursos para o pagamento de dívidas de hospitais. A denúncia foi revelada pelo jornal O Globo na tarde desta quarta-feira. O caso é investigado pelo Ministério Público do DF.
No áudio, Celina conversa com Liliane sobre a liberação de R$ 30 milhões. Os recursos haviam sobrado do orçamento da Câmara Legislativa e poderiam ser realocados por decisão do comando da Casa. Inicialmente, a bolada seria remanejada para pagar reformas de escolas públicas. Mas, segundo a denúncia de Liliane, o empresário abordado não aceitou pagar propina. Diante da negativa, deputados teriam buscado outros setores. Segundo a presidente da Câmara, os colegas teriam conseguido “com um cara” que iria ajudar.“Se vai ajudar tem que ajudar todo mundo”, afirmou Celina a Liliane. “Você não tá fora do projeto, não. Você tá no projeto. Mandei o Valério já falar com você”. A chefe do Executivo faz menção a Valério Neves, ex-secretário-geral da Câmara Legislativa, que foi preso na Operação Lava Jato acusado de ser operador do ex-senador Gim Argello.
Em outra conversa, de Liliane com Valério, o então secretário-geral da Câmara Legislativa diz que o distrital Cristiano Araújo (PSD) conseguiu o “negócio” das UTIs. Segundo Valério, o “negócio” de Cristiano poderia render “no mínimo 5% e no máximo 10, em torno de 7%”. “Quem sabe disso são só os cinco membros da Mesa e o Cristiano”, acrescenta Valério. Fazem parte da Mesa Diretora Bispo Renato Andrade (PR), Júlio César (PRB), Raimundo Ribeiro (PPS) e Celina Leão. Liliane renunciou à vice-presidência ontem.
O Ministério Público do Distrito Federal informou que foi aberto um procedimento investigativo na esfera criminal para apurar as denúncias apresentadas por Liliane Roriz. Também há apurações em curso para verificar se houve improbidade administrativa.

Fonte: CB.Poder

Um comentário:

  1. Nao suportamos mais tanta corrupcao, basta. Temos que derruba-los

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.