Header Ads

INCÊNDIO SE ALASTRA NAS PROXIMIDADES DO PARQUE DOS PIRINEUS

Os turistas que decidiram aproveitar o feriado do dia 7 de setembro para aproveitar os famosos parques e cachoeiras de Pirenópolis receberam más notícias ao chegar no local. Algumas das reservas e atrações estavam tomadas por fumaça e fechadas ao público, para tentar garantir a segurança dos visitantes. A Companhia independente Bombeiro Militar de Pirenópolis afirma que o incêndio dura mais de 24 horas e ocupa áreas desde a fazenda Meia-lua até as proximidades da cachoeira do Lázaro. “Já enviamos uma equipe ao local ontem, hoje têm mais 12 militares tentando controlar o fogo e nós já acionamos uma equipe de combate ao incêndio que vai agir amanhã, com cerca de 25 homens no pelotão”, afirma um dos funcionários do batalhão.
A proprietária da fazenda Bonsucesso, Eliana Pereira de Siqueira, afirma que o local está todo em chamas e que viu o incêndio pela primeira vez ontem (terça-feira, 06/09), às 14 h. “O fogo já deve ter queimado cerca de 2 mil hectares de terra. O incêndio começou em uma área que fica entre as fazendas de Bonsucesso, Vargem Grande e Meia-lua. Estes lugares são frequentados por um público mundial aqui em Pirenópolis e hoje tivemos que fechar as cachoeiras para que os visitantes não corram risco”, afirma a proprietária.
Eliana de Siqueira conta que a fumaça se alastra rapidamente pela região, que fica a cerca de 3 km do centro da cidade. Não se sabe ao certo o ponto de início das chamas e, por ser uma região montanhosa, o fogo foi percebido quando descia o morro e a fumaça já era grande. “O fogo estava descendo na direção das nascentes das águas que formam as cachoeiras. Tinha que se ter uma política de proteção para o meio ambiente, estamos esperando que as entidades da região se manifestem. O governo não se manifesta a respeito de uma política de conscientização do público para ajudar a evitar essas queimadas”, declara.

A companhia de bombeiros não sabe dizer ainda se o incêndio foi acidental ou criminoso, mas levanta a hipótese de que o início tenha acontecido durante a queimada proposital de alguma plantação, que saiu de controle. Os bombeiros afirmam que a área ocupada pelo batalhão está controlada mas, com o auxílio do vento, as chamas se espalham rápido em outras regiões.
Fonte: Correio Braziliense

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.