Header Ads

SERÁ QUE O BOMBEIRO MILITAR TRABALHA POUCO?

Vamos explicar sobre a escala 24 por 72horas, ou seja, o militar trabalha 24 horas e folga 72 horas, essa é uma escala que temos na rotina do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal e em outros estados. Quem, logo, observa uma escala 24 x 72 tende a achar que ela é leve e oportuna, ou seja, a pessoa observa que o militar do Corpo de Bombeiros ficou 3 dias em casa. Assim, mostraremos que o militar não tem favorecimento nenhum em cima desta escala.
A escala de 24 horas é quando o militar trabalha o equivalente a 1 dia inteiro, iniciando a sua jornada às 08:00h e terminando às 08:00h do dia seguinte e depois ele fica 72 horas em sua casa, o que equivale a 3 dias ininterruptos. Com isso, muitos olham para o militar falando que ele fica 3 dias em casa, muitas vezes esses dias cai em dias de semana, ou seja, dias úteis. Quem o vê 3 dias em sua casa pode achar que ele trabalha pouco, mas não podemos esquecer é que antes das 72 horas na sua residência ele trabalhou 24 horas ininterruptas, assim observamos que 24 dividido por 3, equivalente a 3 expedientes completos de 8 horas.

A tabela abaixo explicará quantas horas trabalha um cidadão com emprego normal e quantas horas trabalha um bombeiro militar, além de mostrar as diferenças de horas trabalhada no final do mês.
Na tabela acima ficou notável a diferença de horas trabalhado pelo bombeiro militar, só que nessa tabela não foram inseridos os serviços extras como carnaval, olimpíadas, copa do mundo e revéillon, também não foram inseridos os socorros extraordinários como fogo nas reservas de preservação, operação contra alagamentos, entre outros que levam muito tempo e demanda serviços ininterruptos. O que demanda uma carga horária excessiva laborativa de toda sua vida no exercício da profissão. E essas 32 horas que estamos tratando de apenas um mês, agora imaginem isso ao longo de 30 anos, o quanto mais esse Bombeiro Militar não trabalhou em relação as demais profissões.
Ao longo de 30 anos o militar do Corpo de Bombeiros trabalhou 11.520 horas a mais em relação a um trabalhador que trabalha em um regime de 8 horas diárias em dias úteis.
Estudam a mudança de 30 para 35 anos para que o militar se aposente, isso acarreta em uma diferença de mais de 13.000 horas de trabalho, isso em regime de estresse e riscos característicos da profissão, isso sem lembrar das atividades extras que os militares são submetidos no decorrer da carreira.
Assim demonstramos que o Bombeiro não trabalha pouco, muito pelo contrário trabalham muito e trabalham bem. Esse texto serve para esclarecer a escala de 24 horas por 72 horas que ela não é uma escala oportunista, ela não é uma facilitação. O fato de o bombeiro ficar três dias seguidos em casa não quer dizer que ele está em condição favorável em relação aos demais cidadãos. Deve-se lembrar que a jornada de trabalho dele foi de 24 horas seguidas, sem levar toda a situação de stress, de riscos, de medo e de periculosidade a que a profissão submete esses profissionais.
Estamos tratando aqui somente da carga horária, esperamos que o texto possa esclarecer um pouco a rotina de trabalho de um Bombeiro Militar e que essa escala possa parar de parecer ser frouxa e sim de sobre maneira trabalhosa e desgastante.
Fonte: Bombeiros DF / Glauco Machado - BM

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.