TITULO

VERGONHA: SENADOR HÉLIO JOSÉ IMPEDE PARTICIPAÇÃO DE CIDADÃOS EM AUDIÊNCIA PÚBLICA

Por Radar DF
Servidores do Agefis, que deveriam estar trabalhando no horário de expediente chegaram cedo e ocuparam grande parte das cadeiras do auditório Petrônio Portela, destinada a moradores de condomínios e de áreas de interesse ambientais que ficaram impedido de adentrarem ao Senado. Uma tremenda sacanagem
Mais de 500 moradores de condomínios e de áreas de interesses sociais tiveram que retornar as suas casas depois de serem impedidos de participarem da audiência pública realizada pela Comissão dos Direitos Humanos para tratar da regularização fundiária.
Os moradores ficaram de fora do Senado por que grande parte das 800 cadeiras do auditório Petrônio Portela estava ocupada por funcionários da Agefis recrutados pela presidente do órgão, Bruna Pinheiro para aplaudi-la.
Apesar de o plenário vazio na maioria de suas cadeiras, no entanto o senador Hélio José (PMDB-DF) ignorou grande parte desses moradores que se deslocaram de vários pontas do DF para acompanhar os debates. Nos quase dois anos de governo Rollemberg, mais de 20 mil pessoas tiveram suas casas destruídas pelos tratores da Agefis.
As famílias são expulsas de suas casas na marra. Crianças mulheres e idosos são as maiores vítima. Até as 17 horas desta segunda-feira, nenhuma autoridade seja do governo o da própria Comissão dos Direitos Humanos do Senado ou do Governo Federal se manifestou contra as violências sofrida por milhares de pessoas.

Fonte: Da Redação do Radar

Um comentário:

  1. Reportagem mentirosa! Os fiscais da AGEFIS chegaram cedo e ocuparam os lugares na audiência, quando os moradores chegaram o auditório estava lotado de agentes! A segurança do Senado não deixou exceder a capacidade do auditório. Depois que as pessoas que estava do lado de fora foram embora, os agentes da AGEFIS saíram, deixando o auditório vazio. Manobra do Rollemberg!

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.