TITULO

CASOS DE DENGUE NO DF CAEM 97% NAS PRIMEIRAS SEMANAS DE 2017

Em meio à crise hídrica e o problema de caixa, o Governo de Brasília encontrou um motivo para se orgulhar: o combate ao Aedes Aegypti em janeiro e no início de fevereiro. No lançamento da campanha “volta às aulas sem mosquito”, na Escola Classe 15, em Ceilândia Sul, Rodrigo Rollemberg e parte de seu secretariado anunciaram a redução de 97% nos casos de dengue nas primeiras sete semanas de 2017. Eles ainda aproveitaram para (tentar) fazer o filme com as crianças de 7 e 8 anos.
Conforme o secretário de Saúde, Humberto Fonseca, o resultado do DF na tentativa de erradicar o Aedes foi o mais expressivo dentre todas as unidades da federação. “Foram 299 casos prováveis e nenhuma morte até o momento. Em 2016, a esse ponto, já havíamos registrado 18 fatalidades”, reforçou. Segundo ele, nesse mesmo período foram menos de 30 diagnósticos de febre chikungunya e 13 de zika.
O ano passado foi péssimo para a cidade. Houve aumento de 90,6% nos casos em relação a 2015, o que significou quase 20 mil pessoas infectadas. A quantidade de mortos, porém, foi menor, com 22 registros contra 27. Até o início da estiagem, em meados de abril, o Governo intensifica as campanhas de prevenção e alerta ao mosquito da dengue devido às chuvas, pois ele se prolifera em água parada.

Fonte: Metôpoles

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.