ENTENDA POR QUE A VITÓRIA DE RODRIGO MAIA É FAVORÁVEL AOS MILITARES

Rodrigo Maia- Presidente da Câmara Fedral
As eleições hoje (2) da Mesa Diretora da Câmara Federal, e a consequente vitória em primeiro turno de Rodrigo Maia (DEM-RJ) para Presidente do próximo Biênio 2017-2018, trouxe para uma das classes de servidores do país uma expectativa positiva: As Polícias e Corpos de Bombeiros Militares do país.
Rodrigo Maia pertence um dos partidos de sustentação do governo, o Democratas (DEM) junto com outros dois, PSDB e PMDB, que vão direcionar os interesses do governo federal no Congresso. Além disso, sabe-se da simpatia que nutre pelas classes de Bombeiros e Policiais de todo país e do reconhecimento pela manutenção da ordem pública por parte desses servidores.
Particularmente, para as forças policiais militares de Brasília, a expectativa se torna mais evidente principalmente pela presença de uma outra figura dentro do parlamento que pode ter papel importantíssimo no processo de construção dos Projetos de Lei que trazem prejuízos aos policiais e bombeiros militares: O deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF).
Na minha visão, podemos salientar que a nosso favor temos o fato de Rodrigo Maia e Fraga serem oriundos do mesmo partido político, amigos muito próximos e falam praticamente a mesma língua. Fraga é o líder da Comissão de Segurança Pública no Congresso (Bancada da bala), Vice-líder do Partido na Câmara, representante da PMDF e CBMDF, goza de um bom trânsito naquela casa legislativa e também amigo próximo do Presidente Michel Temer. Doravante, pode tornar-se o grande herói ou vilão de nossas categorias. No entanto, esperamos que elas, as categorias, tenham sabedoria para tirar proveito disso com inteligência, responsabilidade e apoio, afinal, estamos na iminência de uma grande tragédia à assolar todas as polícias militares do país.
Fraga, logo após a eleição de Rodrigo Maia, emitiu seu parecer sobre o que deverá ser prioridade na Casa. Citou que a questão da segurança pública (PL 6726) e a questão prisional devem ser o carro-chefe dos trabalhos no Congresso. As reformas da previdência também é um tema delicado e que deverá exigir muita discussão, principalmente porque estará em jogo as aposentadorias e pensões de grande parte dos servidores que já fizeram a sua parte com o Estado e merecem todo respeito.
Fonte: Blog do Poliglota

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.