TITULO

PEC DE FEDERALIZAÇÃO DAS PMs, BMs e PCs NÃO TEM CHANCE DE PROSPERAR

Ao propor a federalização das forças policiais, a Senadora Rose de Freitas (que demonstrou nada conhecer de segurança pública) tenta resolver um problema exclusivo de seu estado, o Espírito Santo, para tapar incompetência do governador de lá que não conseguiu ter tino político para dialogar com os policiais na recente greve.
Na verdade, ela está querendo propor uma solução da cabeça dela pra resolver o problema do estado dela, criado pelo governador do estado dela, ao invés de resolver lá, onde os policiais estão abandonados pelo governo do ES há anos. Não me recordo da presença dela um só dia nas paralisações protagonizadas, seja para ajudar, seja para criticar. Preferiu o ar condicionado de seu gabinete em Brasília.
Pela proposta da senadora, as policiais civis seriam incorporadas à Polícia Federal e as Polícias Militares e Corpos de Bombeiros diretamente à União. Ora, vamos pelo mais objetivo: Se o governo está buscando uma reforma previdenciária e uma austeridade financeira e fiscal para equilibrar as contas, de onde ele retiraria recursos para pagar essas instituições? No caso dos militares, a paridade salarial seria a primeira coisa a ser alterada, ou seja, os policiais do Piauí teriam que receber igual aos policiais de Brasília, por exemplo. Ela combinou isso com o governo federal? E as Polícias, foram consultadas? Será que ela esqueceu das Forças Armadas, achando que eles permitiriam uma aberração dessas num contingente de mais de 800 mil homens pelo país?
Senhores, temos duas PECs em tramitação no Congresso (PEC 300 e PEC 51) que não andam de jeito nenhum e tratam de tema semelhante. Na minha opinião, esse senadora deveria sim se preocupar com as irregularidades cometidas em seu estado pelos eu governador, o que permitiu chegar ao ponto que chegou. Se o senado federal coadunar com isso estará dando uma facada no próprio governo o qual tem maioria absoluta em ambas as Casas (Câmara e Senado) e jogando por terra todo o discurso federal de equilíbrio do país.
Duvido muito que isso prospere num parlamento que diz ter compromisso com o Brasil. Não posso deixar de exaltar que a proposta poderia ser até boa, desde que estivéssemos num país que levasse a sério um dos setores mais importantes de nossa nação: A Segurança Pública!

Por Poliglota

2 comentários:

  1. Eu até que concordo com a idéia da pec da senadora não prosperar, pq os politicos vagabundos não tem interesse algum em resolver os problemas da segurança pública em nosso pais.muoto pelo contrário, eles só pensam em si mesmos são sobernos,ladrões e toda sorte de coisa ruim para o nosso pais. Que tal eles proporem uma pec para a extinção do atual sistema politico brasileiro.

    ResponderExcluir
  2. A federalização tem outro caminho, a origem das redação diz respeito aos militares e policiais do DF, pois nossa situação é distinta aos dos outros estados e por estarmos neste limbo a federalização adequaria o que realmente somos e fazermos pela capital do país perante aos órgãos federais e distritais.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.