TITULO

MPDF SE MANIFESTA EM RELAÇÃO AO CONCURSO DO CBMDF

A Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e Social (Prodep) conseguiu a anulação da primeira etapa do concurso para o cargo de soldado condutor e operador de viaturas do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF).
O comunicado foi publicado pelo Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan) na última sexta-feira, 17 de março, e leva em conta a recomendação expedida pela Prodep em 7 de março ao comandante-geral do CBMDF, coronel Hamilton Santos Júnior.
O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) identificou graves falhas procedimentais cometidas pela Idecan durante a primeira etapa do certame, ocorrida em 5 de fevereiro.
Entre elas estão a não designação prévia das salas para a realização das provas e o atraso para o seu início; o descontrole por parte dos fiscais em relação à coordenação dos candidatos em sala; a divergência entre os nomes constantes nos cadernos de provas e respectivos gabaritos; e a não concessão de tempo complementar aos candidatos, uma vez que o certame fora iniciado após o prazo estabelecido no edital.
O comandante-geral do CBMDF deve designar nova data para a realização da primeira etapa, com prazo razoável para viabilizar a programação por partes dos candidatos, especialmente dos inscritos residentes em outras unidades da Federação.
Além disso, deve ser dada aos candidatos a possibilidade de requerer a restituição do valor da inscrição. Informações sobre o cronograma de reaplicação da etapa serão divulgadas pelo site da banca organizadora.
Fonte: MPDFT / Guardian Noticias


Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.