TITULO

PAI E FILHO MORREM EM ACIDENTE NA EPGU


Um grave acidente envolvendo um veículo interditou por quase duas horas, nesta quinta-feira (28/9), o trânsito na Estrada Parque Guará (EPGU), na altura do viaduto que faz cruzamento com a Epia. Segundo o Corpo de Bombeiros, um motorista perdeu o controle do carro e bateu na mureta do viaduto. Pai e filho morreram no local.

A batida ocorreu por volta das 9h45. O automóvel Ford Escort GLX era conduzido por Vicente Cristino de Souza, 75 anos. Os bombeiros tentaram reanimá-lo por 50 minutos, mas ele não resistiu. O passageiro do veículo, filho do condutor, já estava morto quando o socorro chegou. A EPGU ficou interditada por completo, no sentido Plano Piloto. Por volta das 11h30 o trânsito foi liberado.

A Polícia Militar informou que, segundo testemunhas, o carro saiu bruscamente da faixa da esquerda para a mureta sem que ele tivesse sido fechado por outro veículo. A pista estava seca. Com a colisão, o automóvel capotou duas vezes. Os policiais acreditam que um mal súbito pode ter causado a perda do controle do carro.

De acordo com Carlos Eduardo Souza, 26 anos, o pai dele sofria de problemas nas pernas, com dores nos nervos e usava um marcapasso. Há alguns meses ele evitava dirigir por medo de acidentes. “Minha família praticamente nem usava esse carro que o papai estava hoje. Ele deve ter saído para levar meu irmão em alguma consulta. Ele era especial, tinha Síndrome de Down”, contou Carlos Eduardo.
Leia também: STF LIBERA ENSINO RELIGIOSO NAS ESCOLAS PÚBLICAS

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.