NOTA DE PÚBLICA REPÚDIO

A Associação dos Oficiais da Reserva Remunerada do Policia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do DF (ASSOR) vem a público para demonstrar a sua indignação com o conteúdo de áudio vazado na imprensa local e atribuído ao Delegado Eric Seba. Nesse áudio o delegado tenta denegrir a importância e o papel institucional dos policiais militares do Distrito Federal. Durante o dia de hoje mantive contato com vários policiais civis e eles me informaram que a voz no vídeo é realmente do Delegado Seba.
Se ficar comprovada que a voz do áudio é do Delegado Seba ele demonstrou que não tem equilíbrio emocional e senso técnico profissional para liderar uma instituição do nível e importância da Polícia Civil do DF. Há algum tempo houve o vazamento de outro áudio atribuído ao Delegado Seba onde ele bradava aos gritos que um delegado “X” era maconheiro. Ficamos pasmos com aquela afirmação, pois nos sugeriu ter havido uma prevaricação do Diretor Geral que acusava um profissional da sua instituição e que não havia tomado nenhuma providência a respeito. Hoje entendemos aquele fato com fanfarronice e desequilíbrio do citado Diretor.
Durante o ano passado vimos o surgimento inexplicável de um clima de animosidade entre profissionais da Policia Militar e da Policia Civil. Falava-se que não saia o aumento da PCDF porque a PMDF, CBMDF e o Chefe da Casa Militar à época não deixavam. Em razão desses boatos criou-se uma escalada de provocações entres as instituições que chegou a níveis perigosos. Hoje esse áudio pode ter esclarecido quem de fato provocou, naquela época, a desarmonia e a cizânia entre as instituições de segurança colocando em risco a vida de valorosos profissionais da lei e da ordem, bem como a segurança do cidadão da capital da república.
Temos profundo respeito pela Polícia Civil e pelos seus profissionais e lamentamos vir a público para repudiar de forma veemente as declarações do Delegado Seba e dizer que ele não conseguirá instalar um clima de animosidade entre a PCDF e a PMDF. Nós temos juízo e responsabilidade com a nossa função pública e institucional e não cairemos na cantilena de um diretor que não respeita a sua própria instituição nem as demais instituições do mesmo sistema.
Solicitamos também ao Governador Rollemberg determinar que o Delegado Seba peça desculpas a todos os policiais militares e aos cidadãos do DF por ter dito aquelas ignominias contidas no áudio, que após esse pedido de desculpas ele seja demitido do seu cargo de líder da PCDF, pois terá demonstrado que não reúne as qualidades técnicas, emocionais e senso público para o desempenho de tão importante cargo.
Delegado Seba sabemos da nossa real importância e não será o senhor ou qualquer outro desequilibrado que irá afetar a nossa autoestima e senso profissional e institucional. Também sabemos que no sistema de segurança pública todos os órgãos são de vital importância para a paz e a convivência social. Então não perca tempo em tentar estabelecer uma hierarquia de importância das instituições e de desrespeitar o trabalho da PMDF. Somos parte de um sistema e nos complementares nas nossas atribuições institucionais. O gestor público não pode, sempre, colocar nos outros a causa dos seus insucessos gerencias, pois pode estar se auto enganando de forma patológica e incompatível com o cargo.
Wellington Corsino do Nascimento – Cel PMDF RR
Presidente da ASSOR


Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.