VEÍCULO ATROPELA SETE PESSOAS APÓS INVADIR PARADA DE ÔNIBUS NA 716 NORTE

Por Bruna Lima
Um acidente em uma parada de ônibus, na 716 Norte, sentido Plano Piloto, deixou sete pessoas feridas, na tarde desta sexta-feira (2/3). De acordo com a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), um carro perdeu o controle e invadiu o local onde as vítimas esperavam por ônibus.
O condutor do carro é o motorista de Uber Thiago de Oliveira. Ele contou — e testemunhas e polícia confirmaram — que passou um semáforo amarelo. Porém, enquanto ele cruzava a pista, o sinal da outra pista ficou verde. Nisso, um motorista de ônibus arrancou e acabou o fechando. Ao tentar desviar do ônibus, ele perdeu o controle e atingiu a parada.
Thiago havia acabado de encerrar uma corrida e iria buscar outro cliente quando tudo aconteceu. "Fui desviar do ônibus e perdi o controle. Assim que parei, desci do carro para socorrer. Olhei para baixo do carro, para ver se tinha alguém, mas não tinha", afirmou.
Milton Alexandre da Silva, 70 anos, trabalha na parada vendendo refrigerante, doces e salgados. O carro chegou a atingir a carrocinha do ambulante, mas ele foi mais rápido: "Quando vi, já estava em cima de mim. Eu consegui pular, mas parte dos meus produtos e uma mesa ficaram destruídos. Depois disso, só vi umas cinco pessoas no chão, tudo revirado", relatou.
O Corpo de Bombeiros e o Samu transportaram as sete vítimas ao Hospital de Base. São elas: João Alberto de Sousa, Rudimar de Assis Meneses, Sônia Maria Batista, Sizeli Alves brito , Dulcileide Mendonça, Keyline Carvalho Melo e Josefa Goreth Pereira, única vítima que estava desacordada. O motorista não ficou ferido.
A Polícia Militar isolou a área para a perícia. O motorista foi submetido ao teste do bafômetro, que indicou que ele não havia ingerido bebida alcoólica. Ele foi levado à 2ª DP (Asa Norte) para prestar depoimento.
Fonte: Correio Braziliense
Leia também: CAMINHÃO BATE EM VIADUTO DE ACESSO AO PALÁCIO DO JABURU


Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.