BOLSONARO REASSUME PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA NA MANHÃ DO DIA 3O, APÓS CIRURGIA


Informação foi confirmada pelo porta-voz da presidência; novo boletim médico afirma que Bolsonaro está estável, sem complicações e com visitação restrita
Por Bridi e Mateus fagundes/Folha de São Paulo
Um novo boletim médico divulgado por volta das 17h desta terça-feira, 29, pelo Hospital Israelita Albert Einstein, onde o presidente Jair Bolsonaro está internado após se submeter à cirurgia da retirada da bolsa de colostomia, aponta que a recuperação do presidente segue estável.
"O excelentíssimo Presidente da República, Jair Bolsonaro, manteve-se estável durante o dia, sem sangramentos ou qualquer outra complicação. Permanece em jejum oral, recebendo analgésicos e hidratação endovenosa. À tarde sentou em poltrona e realizou fisioterapia respiratória e motora com bom desempenho", informa o documento. 
O texto ainda detalha que, "por ordém médica, as visitas são restritas". Bolsonaro foi operado na manhã da segunda-feira, 28, em procedimento com duração de sete horas, para retirar a bolsa de colostomia que utilizava desde o atentado à faca sofrido em setembro do ano passado, durante evento da campanha eleitoral. 
Em coletiva de imprensa no hospital, o porta-voz Otávio de Rêgo Barros confirmou que Bolsonaro volta a assumir a presidência da República às 7hs da manhã da quarta-feira, 30. A previsão de 48 horas pós cirurgia para retornar ao cargo já havia sido estabelecida pelos médicos antes do procedimento.
"A despeito de algumas restrições, ele já se encontrará amanhã em condições. Naturalmente nós tentaremos evitar que estes despachos aconteçam de maneira rotineira que possa vir a cansá-lo. Ele encontrar-se-á em condições, como o planejado anteriormente, de reassumir a presidência amanhã", afirmou.
Rêgo Barros destacou que seguem com Bolsonaro no hospital a primeira-dama Michelle Bolsonaro e o filho Carlos Bolsonaro, que é vereador no Rio de Janeiro pelo PSC.
Rêgo Barros afirmou também que o presidente tem tido evolução bastante razoável. "Os próprios doutores me comentaram uma evolução muito positiva nesta cirurgia. Claro que pela preparação, claro que porque o presidente é um homem muito forte", afirmou
No momento, o vice-presidente Hamilton Mourão assume interinamente o cargo. Um gabinete foi montado pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI) ao lado do quarto onde Bolsonaro está internado para que ele trabalhe enquanto não recebe alta, prevista para 10 dias após a cirurgia. 
Leia também: INCÊNDIO ATINGE BASE DE OPERAÇÕES DOS BOMBEIROS EM BRUMADINHO


Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.