.

MILITARES NEGOCIAM RECUO DE TANQUES VENEZUELANOS NA FRONTEIRA


O Ministério da Defesa informou neste domingo (24), por meio de nota, que intercedeu para que incidentes, na linha de fronteira, envolvendo venezuelanos e a Guarda Nacional Bolivariana, não voltem a se repetir. Uma das medidas negociadas foi a retirada de tanques das forças militares do país vizinho que estavam posicionados em uma barreira do lado venezuelano da fronteira.
"Os veículos antidistúrbios, que estavam na barreira montada no país vizinho, recuaram imediatamente. Militares brasileiros e venezuelanos negociaram, no local, e foi entendida a inconveniência da presença desse tipo de aparato militar. No lado brasileiro, o controle dos acolhidos foi reforçado para evitar novos confrontos", informou a pasta. 
O ministério reiterou que manterá a fronteira do Brasil aberta para acolher os imigrantes, que buscam refúgio no país. "Há um ano, o Brasil está engajado na Operação Acolhida - ação humanitária para atender aos irmãos venezuelanos que chegam no País. Por isso, o Ministério da Defesa reitera a confiança numa solução urgente para a situação na Venezuela".
Por Notícias ao Minuto

2 comentários:

  1. No meu entendimento, o Brasil não deveria entrar nessa briga.....pois, já temos muitos problemas... e estamos com um Governo Novo ! Iniciando os seus trabalhos....e ainda não conhecem todos os problemas....,pq , olha o tamanho do nosso país !O Estados Unidos da América, e quer só os países que tem petróleo.....como o Brasil, e a Venezuela e também... adora uma guerra, para vender armas....
    .






    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Brasil pode até receber os venezuelanos. Só não pode é ficar pagando salário pra esse povo q tá vindo pra cá! Se nós temos que trabalhar até morrer. Porque eles já chegam dando despesas! o Brasil tem que ficar fora dessa merda!

      Excluir

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.