RENAN FOI PORNOGRÁFICO. O SILÊNCIO DA MÍDIA SOBRE O OCORRIDO FOI MAIS EXPLÍCITO AINDA


O senador Renan Calheiros atacou Dora Kramer pornograficamente. Mas ainda mais indecente foi como a mídia abafou o caso para proteger um político, e não a jornalista
Por Flávio Morgenstern
Há algo de sórdido (apud Folha) no infame tweet de Renan Calheiros nessa semana, que poderia já dar uma renda extra ao senador do MDB de Alagoas lançando-o como youtuber: não apenas Renan pôde atacar violentamente a jornalista Dora Kramer, falando de intimidades sexuais tão esquisitas que são impossíveis de serem verdadeiras, como a mídia inteira, recheada de jornalistas mulheres ávidas a denunciar cada caso de “machismo”, está completamente calada. O mesmo vale para as feministas.
Não adianta ter notinhas de canto de página em sites de portais de notícia. A internet, apesar de parecer conter toda a população brasileira, é uma pequena bolha. Pergunte para o seu Juca da quitanda e para a dona Marinalva do caixa de mercado e tente descobrir se eles já sabem do ataque de Renan. A chance de a resposta ser negativa é de quase 100%.
É assim que o jornalismo trabalha para criar narrativas: selecionando o que o grosso da população vai saber e, com isso, pensar. Até o presente momento, sobretudo entre a parcela mais carente do povo (ou que não lide diretamente com política partidária 25 horas por dia como a turma das redes sociais faz), Renan Calheiros é apenas o nome de um senador.
O curioso é que Renan é um político, e a mídia, com suas centenas de jornalistas mulheres que denunciam frases machistas de Bolsonaro a cada segundo que podem, supostamente “investiga” políticos. Ambos estariam em polos opostos. E Dora Kramer, afinal, é uma jornalista.
Assim como o movimento #MeToo na América se provou uma farsa, protegendo abusadores e até pedófilos ligados à esquerda, aqui também as feministas e o corporativismo de jornalistas parece falar mais alto em prol de um político que poderia ser mais protetor da esquerda. Ainda que este político seja ninguém menos do que Renan Calheiros.
O ataque de Renan foi pornográfico. Violento. Injusto. Ridículo. Covarde. Estúpido. Mas a mídia, sobretudo a televisiva, que fez uma cachoeira das declarações de Bolsonaro (que estava criticando um estuprador e esquartejador) contra Maria do Rosário, parece não ter interesse que o povo saiba sobre o que anda fazendo Renan Calheiros além da bolha da internet, onde todos já sabem do ocorrido.
Há algo de ainda mais podre no reino de Alagoas e da mídia, quando o silêncio da mídia fala mais alto do que proteger uma jornalista respeitada para manter a imagem de Renan tão inabalada.
Senso In Comum

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.