APROPRIAÇÃO CULTURAL: FATO OU FALÁCIA?


Para a esquerda militante, a apropriação cultural se refere à ideia de que pessoas de uma determinada raça – geralmente brancos – roubam elementos culturais de minorias étnicas, usando-as de forma indiscriminada. Essas verdades parecem absoluta e impossíveis de serem refutadas, será mesmo?
Por Luciano Oliveira
Cultura é o conjunto de padrões de comportamentos, as crenças, conhecimentos e os costumes de um determinado grupo social, e dentro disso, estão as suas tradições e valores, sejam eles: intelectuais, morais e espirituais.
Quando falamos sobre Cultura hoje em dia, é muito comum ouvirmos reclamações de alguns grupos de “minorias” sobre como você NÃO deve se vestir, NÃO PODE arrumaro seu cabelo, sobre a música que NÃO TE PERTENCE ou qual marca de papel higiênico você deve usar.
Para a esquerda militante, a “apropriação cultural” se refere à ideia de que pessoas de uma determinada raça – geralmente brancos – roubam elementos culturais característicos de “minorias étnicas”, usando-as de forma indiscriminada e sem respeitar a “cultura alheia”. Algumas falácias são ditas e tidas como “verdade absoluta” e “impossíveis de serem refutadas”, será mesmo?
Fonte: Senso Incomum

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.