PROGRAMA ADOTE UMA PRAÇA É LANÇADO PELO GDF


O Governo do Distrito Federal lançou, nesta sexta-feira (17), o programa Adote uma Praça, iniciativa para promover parcerias entre empresários e moradores na manutenção e recuperação desses locais. O ato, realizado no Palácio do Buriti, foi coordenado pelo governador Ibaneis Rocha e contou com a presença do vice-governador Paco Britto; do secretário de Projetos Especiais, Everardo Gueiros, responsável pela iniciativa; do secretário de Cidades, Gustavo Aires; e do administrador do Lago Sul, Rubens Santoro Neto.
Embora o nome do programa fale em praças, a ação contempla uma opção variada de logradouros, como jardins, estacionamentos, balões rodoviários, pontos turísticos, parques infantis e Pontos de Encontro Comunitário (PECs).
Esta iniciativa marca um novo momento e forma de governar o DF, aproximando o empresariado e a população”, disse o governador.  “Vamos tratar nossa cidade, sair da crise nacional e nos reinventar na crise”.
Cooperação
Durante o evento, foi assinado o primeiro termo de cooperação do Adote uma Praça. Em acordo com o Hospital Brasília e a Administração do Lago Sul, ficou definida a ampliação do número de vagas públicas em frente ao centro de saúde. “Esta conquista é um marco, comemorou a diretora-geral do Hospital Brasília, Regina Célia Barros Duarte. “Adotamos a área pública do estacionamento, que terá um aumento de 272 vagas. Dará conforto à população. ”
O secretário Everardo Gueiros destacou o compromisso do governo de trabalhar a fim de atrair investimentos da iniciativa privada. Ele pontuou que, para o programa ser bem-sucedido, a iniciativa e ação dos administradores é fundamental.
O empoderamento dos responsáveis pelas regiões administrativas foi reforçado pelo secretário-executivo das Cidades, Gustavo Aires, que lembrou: “O programa vem para dar força a vocês [administradores]. Que a gente possa melhorar ainda mais essas cidades”.
O programa
O Adote uma Praça foi oficializado por meio do Decreto 39.690, que regulamenta a Lei nº 448, de 19 de maio de 1993, referente à adoção de praças, jardins públicos e balões rodoviários, por entidades e empresas.
O programa permite que pessoas físicas e jurídicas firmem termo de cooperação para demonstrar que adotaram um espaço público e ajudem na manutenção de áreas verdes da capital.
Um dos objetivos é estimular a cooperação entre governo e moradores das áreas próximas, assim como empresários de pequeno e médio porte, além de indústrias, ampliando a cidadania e preservação desses espaços.
Fonte: Agência Brasília

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.