A QUEM INTERESSA E QUEM “CONTRIBUI” PARA DENEGRIR A IMAGEM DA POLÍCIA MILITAR DO DF


Por Bombeiros DF/ Blog do Halk / Blog do Poliglota
Na semana passada a sociedade de Brasília ficou estarrecida com uma matéria do Portal Metrópoles, assinada pelo jornalista Carlos Carone, onde denunciava policiais militares transportando prostitutas em viatura policiais durante o serviço.
É evidente que dentro de uma Instituição composta de mais de 10 mil policiais na ativa, o desvio de condutas é possível, principalmente quando nem todos tem o compromisso de zelar pela obrigação de cumprir seus deveres conforme a sociedade espera.
O jornalista Carlos Carone fez o seu papel. Levar a informação e denunciar atos ilícitos faz parte de seu trabalho. O que causou estranheza no seio das casernas foi a forma como foram obtidas tantos detalhes sobre a matéria. Uma investigação dessa natureza só é possível com muita experiência e habilidade, coisa que ambas as corporações, Militar e Civil, tem de sobra em seus valorosos servidores.
Causou suspeita em muitos o fato do referido jornalista ser um adepto e dedicado editor de matérias positivas sobre e para a Polícia Civil, enquanto várias matérias negativas são feitas contra a Polícia Militar. Raras foram as exceções.
Em pesquisa no site Metrópoles.com, de janeiro até a presente data contabilizamos 6 (seis) matérias negativas produzidas por Carone envolvendo policiais militares. No mesmo período, outras 6 (seis) matérias positivas foram editadas em prol da Polícia Civil.
Nos grupos policiais as críticas tem sido constante: "A dedicação do referido repórter é impressionante. Em plena 3 horas da manhã fazendo "campana" pra pegar policiais militares em situações constrangedoras? Campanas, geralmente, são realizadas por agentes policiais, seja da Polícia Civil, seja da PMDF através de seu serviço velado, coisa absolutamente legal. Realmente uma dedicação fora do comum", disse um policial de um grupo.
Muito estranho a riqueza de detalhes a que se propôs esse jornalista. Até fotos internas. Agora será que realmente ele estava lá ou foi algum "amiguinho" correligionário que ajudou na matéria? Onde o repórter conseguiu tão vasto conteúdo, com latente técnica de investigação? Vai saber”, comentou outro policial.
Outro assunto bastante comentado nas redes policiais é de que essa “cisma” do jornalista com a Polícia Militar vem ded um passado nem tão distante. Em 2015 Carone estava nomeado na Assessoria Especial de Comunicação da Secretaria de Segurança Pública. Com a chegada do novo secretário, à época, Artur Trindade, Carone foi exonerado dando lugar a um policial militar e também jornalista e blogueiro, Aderivaldo Cardoso do blog Policiamento Inteligente.


REPUDIO

Uma Carta Aberta foi postada nas redes sociais em repúdio à forma como foi tratada a corporação e seus integrantes. Nada contra o trabalho desenvolvido pelo repórter, porém a conotação que deu a matéria leva a perguntas cruciais: A quem interessa essa exposição midiática? Uma denúncia à Corregedoria da PM ou ao Ministério Público não teria o mesmo efeito?

Veja parte da Carta:

CARTA ABERTA
A SOCIEDADE BRASILIENSE E EM ESPECIAL INTEGRANTES DO JORNAL METRÓPOLES.
Infelizmente, temos policiais militares que cometem desvios de conduta, que devem ser apurados e sancionados. Assim como temos jornalistas envolvidos em esquemas escusos, pagando hackers para constranger os poderes da República, envolvidos com o crime organizado.
A Polícia Militar do Distrito Federal tem o menor índice de percepção de corrupção perante o público interno e externo, possui um nível de letalidade menor que a Polícia do Canadá.
A PMDF vem apresentando os melhores índices de produtividade entre carros recuperados, pessoas presas em flagrantes, menores infratores apreendidos, drogas apreendidas das últimas décadas.
O DF tem tido uma redução significativa de crimes violentos e o baixo nível de criminalidade da Capital é incomparável em relação a realidade Nacional.
Mas, para o Jornal Metrópoles, o desvio de alguns profissionais dessa Corporação é motivo de achincalhamento público de toda a Corporação.
Tratar um caso particular para realizar o julgamento da Honra de toda uma Instituição e de seus integrantes, só pode ser ignorância ou má intenção, afinal a quem interessa o enfraquecimento moral da Polícia Militar???
Sabemos essa resposta, meio século de doutrinação nas escolas, nas artes e universidades é capaz de transformar qualquer erro do Policial Militar em um crime contra a humanidade.
Querem divulgar nossas mazelas, sintam se livres e à vontade mas façam justiça, não criem ilações e impressões enviesadas com aqueles ÚNICOS que juram sacrificar a própria em defesa dos cidadãos dessa cidade.
A sociedade brasiliense não é mais tola e sabe muito bem a quem serve a defenestração da reputação da POLÍCIA MILITAR e de seus integrantes.
Repito, o erro de nossos profissionais não são tolerados nem mesmo por nós, mas a Injustiça de tentar colocar todos os Policiais Militares no balaio da falta de compromisso com a sociedade é uma falácia detestável.
Leia também: BOLSONARO ASSINA DECRETO ONDE PMs E BMs, PODERÃO ATUAR EM ESCOLAS ESTADUAIS, DISTRITAIS E MUNICIPAIS

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.