.

NÍVEIS DE RESERVATÓRIOS DO DESCOBERTO E SANTA MARIA COMEÇAM A BAIXAR


Medidas simples ajudam a economizar. Caesb muda abastecimento do Núcleo Bandeirante, Candangolândia e as quadras de 1 a 5 do Park Way
No período de seca, os reservatórios que abastecem 80% do DF perdem, naturalmente, volume. O reservatório do Descoberto teve seu último dia com 100% em 21 de julho – e está agora com 89,6% de volume útil, tendo 69% como meta para o final de agosto, segundo a Adasa. Já o reservatório de Santa Maria esteve até o final de junho com 100% da capacidade, mas agora se encontra com 96,6%, com 83% como meta da Adasa até o final do mês.
Como estratégia de enfrentamento para o período de seca, a Caesb poupa o Descoberto, que perde volume mais rapidamente. Assim, Núcleo Bandeirante, Candangolândia e as quadras de 1 a 5 do Park Way passaram a ser abastecidas pelo Sistema Santa Maria-Torto desde 27 de junho, e parte de Águas Claras desde 13 de agosto.
Além das mudanças operacionais, a Caesb chama a atenção da população, que precisa fazer sua parte. Em nota, a Adasa publicou que o volume de água consumida no DF nos quatro primeiros meses deste ano foi 10,1% maior que o registrado no mesmo período do ano passado, quando o racionamento entrava em vigor. Em 2019 o consumo aumentou para níveis próximos dos registrados em 2016, antes da crise hídrica.
O aumento do patamar de consumo foi constatado a partir do segundo semestre de 2018, logo após o fim do racionamento. Medidas simples podem ajudar a reduzir o consumo, evitando crises de desabastecimento.
Seguem algumas recomendações para racionalizar o consumo de água
No banho
  • Em 20 minutos, gasta-se, em média, 120 litros de água;
  • 5 minutos é o tempo ideal para um banho, quando são consumidos 30 litros de água.
Ao escovar os dentes
  • Torneira aberta continuamente gasta em média 18 litros de água;
  • Abrindo e fechando a torneira, o volume é reduzido para 2 litros de água.
Ao lavar a louça
  • Se a torneira ficar aberta continuamente, o gasto é de 240 litros de água;
  • Abrindo e fechando a torneira, o gasto passa para 70 litros de água. Recomenda-se fechar a torneira e só abrir quando for enxaguar. Uma torneira correndo normalmente gasta de 8,5 mil a 12,5 mil litros por dia.




Torneira mal fechada

Apenas gotejando desperdiça 46 litros de água por dia;

  • Fluindo em forma de filete desperdiça de 180 a 750 litros por dia.
Descarga
  • É necessário sempre observar se a válvula da descarga está regulada, se não há furos nos canos e as torneiras da casa estão bem fechadas;
  • O desperdício de água pelo ladrão pode chegar a 10 mil litros por dia;
  • Descarga comum gasta de 7 a 10 litros.
Limpar calçadas
  • É aconselhável varrer a sujeira em vez de usar mangueiras, pois o gasto médio é de 120 litros de água potável;
  • É possível reutilizar na limpeza a água usada na lavagem de roupas.
Instalação de hidrômetros individualizados
  • Reduz o desperdício de água;
  • Faz uma cobrança justa pelo consumo real de cada unidade habitacional;
  • Incentiva o consumo responsável de água e propicia mais atenção aos aspectos de manutenção das instalações hidráulicas, pois, em caso de vazamentos, há um aumento da conta mensal individual, induzindo o morador a tomar providências imediatas.

     Com informações da Caesb e da Adasa
Leia também:

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.