BOLSONARO: QUESTÃO AMBIENTAL FOI PRIORIDADE NA ESCOLHA DO NOVO PGR


Bolsonaro pediu para a população “dar um tempo ao novo procurador”.
Por Tarciso Morais
O presidente da República, Jair Bolsonaro, defendeu, nesta quinta-feira (5), a sua decisão de escolher Augusto Aras para o cargo de procurador-geral da República (PGR).
Em uma transmissão ao vivo no Facebook, Bolsonaro notou que estava sendo criticado e explicou sua decisão:
To recebendo muita crítica de gente que votou em mim. Se não acreditam em mim [para] continuar fazendo esse trabalho de não acreditar, se eu caio mais cedo, mais cedo o PT volta.”
O chefe do Executivo destacou os critérios usados pela escolha, em que a prioridade foram as questões ambientais e de gênero:
Pessoal fica radical: tem que botar um cara da Lava Jato. Tudo bem. O cara é radical, quer acabar com corrupção, mas é um cara que é ‘xiita’ na questão ambiental. Eu não posso abrir uma estrada que ela vai ser contestada. Eu não posso procurar um trabalho melhor para o produtor rural, que vai ter problema.”
E, segundo a revista Exame, acrescentou:
Um radical que é favorável à ‘ideologia de gênero’. Se eu botar um cara para combater à corrupção que é favorável à ‘ideologia de gênero’, fim da família e essas patifarias que estão ai, eu não vou fazer isso.”
Fonte: Renova Mídia

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.