DELEGADO WALDIR QUER COLABORAR COM A CPI DAS FAKES NEWS


Por Tarciso Morais
Estão mexendo com a pessoa errada. Estou quieto aqui. Não mexam comigo”, alertou o Delegado Waldir.
A guerra no Partido Social Liberal (PSL) pode contribuir para o avanço da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News no Congresso Nacional.
O líder do PSL na Câmara dos Deputados, Delegado Waldir (GO), diz que foi atacado em suas redes sociais por supostas milícias virtuais atuando no Palácio do Planalto.
Esses grupos são contratados para destruir a honra e a moral das pessoas”, disse ele, como noticiou a RENOVA.
Waldir diz que é prática comum dos aliados do presidente da República, Jair Bolsonaro, disseminar mentiras e afirmou que está disposto a colaborar com a CPMI se for chamado.
Em conversa com o jornal Folha, Waldir afirmou:
Se eu for convidado talvez faça um bom depoimento. Estão mexendo com a pessoa errada. Estou quieto aqui. Não mexam comigo.”
E acrescentou:
Quem fez a pergunta que derrubou o Eduardo Cunha fui eu.”
Em 2016, o parlamentar questionou se o então presidente da Câmara tinha conta na Suíça ou em paraíso fiscal.



Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.