.

VEM DF É LANÇADO NESTA SEGUNDA(7)


Cerimônia acontece no Palácio do Buriti. Serão entregues, ao todo, 16 veículos ao GDF
Nesta segunda-feira (7), é lançado no projeto de compartilhamento de veículos elétricos para frotas públicas denominado VEM DF (Veículo para Eletromobilidade). A cerimônia acontece no Palácio do Buriti.
Estão presentes o presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Igor Calvet, o diretor-superintendente do Parque Tecnológico de Itaipu (PTI), General Eduardo Castanheira Garrido Alves, o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF, Gilvan Máximo e o secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa, o presidente da Renault Brasil, Ricardo Gondo, e o diretor de Estratégias Corporativas da WEG, Daniel Godinho.
Sobre o VEM DF
O VEM DF é um projeto piloto pioneiro, de iniciativa da ABDI. Foi realizado em parceria com o Parque Tecnológico de Itaipu (PTI), que desenvolveu o software de compartilhamento com foco em uso para governos. No DF, inicialmente, será utilizado no transporte de servidores.
O VEM DF vai oferecer 16 carros elétricos do modelo Twizy, da marca Renault. Haverá um cronograma de entrega que se encerrará em dezembro de 2019.  Inicialmente, o GDF terá dois carros habilitados para fazer o transporte de servidores e, gradualmente, os demais carros receberão a instalação do software que permite o uso compartilhado. No evento, haverá a entrega de 12 veículos — os outros quatro chegarão a Brasília até o final do ano.
O compartilhamento dos carros elétricos será viabilizado por um software (MoVe), desenvolvido pelo PTI, que permite reservar os veículos disponíveis e acompanhar sua localização. O aplicativo rastreia o automóvel, monitora a velocidade, a carga de bateria, as rotas percorridas, além de outras informações. Os carros serão desbloqueados com cartões dos servidores cadastrados no sistema.
Para garantir o carregamento dos veículos, serão instalados por todo o Distrito Federal 35 eletropostos (pontos de recarga) fabricados pela WEG. Os eletropostos serão gratuitos e de uso coletivo, ou seja, poderão ser  utilizados por qualquer carro elétrico, de qualquer montadora. A iniciativa visa a incentivar o uso desse tipo de veículo pela população em geral. O investimento da ABDI nos carros e eletropostos é de R$ 2,1 milhões.
Fonte: Jornal de Brasília


Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.