POLICIAIS E BOMBEIROS DO DF NÃO APROVAM PROPOSTA DE AUMENTO


Policiais militares e bombeiros não ficaram satisfeitos com a proposta de reajuste do Governo do Distrito Federal (GDF) apresentada nessa quarta-feira (20/11/2019). As categorias fizeram as contas e verificaram que haverá uma diferença de 10% a mais no salário líquido dos policiais civis, contrariando a recomendação de isonomia entre as forças de segurança defendida pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL). A crítica foi publicada em nota feita pelo Fórum das Associações Representativas dos Policiais e Bombeiros Militares.
Antes da apresentação oficial da proposta e do encaminhamento para o Palácio do Planalto, ainda na manhã de quarta-feira, as associações participaram de reunião com o comando da PM sobre a proposta. Após o encontro, as associações chegaram a sinalizar positivamente para as mudanças, mas após estudarem melhor o projeto, mudaram de posição.
Não tivemos tempo de analisar os dados técnicos. Diante desse contexto, o Fórum tomou a decisão de não entrar no mérito da proposta que seria anunciada pelo governador Ibaneis, e sim que a proposta fosse entregue à Presidência da República, pois tínhamos consciência de que não teríamos acolhimento das nossas pretensões pelo GDF”, argumentaram.
Com isso, o Fórum adotou posição contrária ao projeto do GDF. “Diante do exposto, declaramos que continuamos defendendo a proposta elaborada pelas associações e entregue pelo senador coordenador da bancada federal do Distrito Federal ao governador Ibaneis e ao presidente Jair Bolsonaro, a qual mantém a isonomia entre as remunerações líquidas dos agentes de segurança pública do DF, bem como as datas para concessão dos reajustes.”
Fonte: Metropóles


Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.