BANCOS DE LEITE HUMANO PRECISAM DE DOAÇÕES COM URGÊNCIA


Estoques estão baixos para o próximo mês
Os estoques dos Bancos de Leite Humano do Distrito Federal precisam, com urgência, da ajuda de mães que estejam amamentando. A necessidade é premente para os bebês internados nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) que precisam do alimento o quanto antes. Principalmente porque, em janeiro, as doações de leite humano caem ainda mais devido ao período de férias.
O volume deste ano está muito baixo em relação aos anos anteriores. Quando chegar janeiro, que historicamente tem queda na coleta, ficaremos com pouco estoque para dar resposta aos bebês que necessitam. Fazemos um apelo às mães que estão amamentando para ser doadoras de leite materno”, pede a coordenadora das Políticas de Aleitamento Materno e Banco de Leite Humano do Distrito Federal, Miriam Santos.
Conforme os dados mais recentes apresentados pela especialista, de janeiro a novembro deste ano, foram coletados 15.877 litros de leite humano. No mesmo período do ano passado, chegou a 17.541 litros.
Em 2019, somente janeiro e abril bateram a meta mínima de 1,5 mil litros de leite humano por mês. Em todos os meses restantes coletamos menos do que precisávamos para manter o estoque para o ano. Isto é preocupante porque tem reflexo em janeiro de 2020”, ressalta a coordenadora.
COMO DOAR – Toda mulher que esteja amamentando é uma potencial doadora de leite materno, independentemente da idade do filho em amamentação. Algumas mães têm dúvidas sobre como é feita a coleta do leite materno, mas o procedimento é bem simples.
A doação deve ser feita em pote de vidro com tampa plástica e, em seguida, conservada no congelador. Para doar ou tirar dúvidas é só ligar para o número 160, opção 4. Também é possível ligar em cada um dos 14 bancos de leite humano do DF.
Lembramos que o Corpo de Bombeiros faz visitas às casas das mães que querem amamentar. Além disso, a rede de Bancos de Leite doa os potes para serem usados. Mas é importante que as mães tenham consigo os exames do pré-natal. Por questão legal, precisamos disso para fazer a liberação do leite para consumo”, informa Miriam Santos.
AJUDA – Se for a primeira doação e estiver com dúvidas ou precisar do kit (potinho de vidro, touca e máscara) é só acessar o site Amamenta Brasília ou procurar ajuda no posto de coleta de leite mais próximo da residência.
Um simples pote de 350 ml pode alimentar cerca de dez bebês. Contudo, o nível de doação está diretamente ligado à quantidade de mulheres amamentando. Segundo Miriam Santos, “toda mulher que deseja fazer o gesto em prol das crianças internadas deve procurar ajuda, pois só haverá doadoras se as mulheres amamentarem”.
Aproximadamente, 250 bebês são alimentados diariamente pelo leite doado. Portanto, “é preciso que novas doadoras contribuam e façam parte desta rede de apoio, cuidado e amor”, incentiva a coordenadora.
Fonte: Ascom da Secretaria de Saúde 

Postar um comentário

0 Comentários