CEB VAI ABRIR COMPORTAS DA BARRAGEM DO PARANOÁ


Companhia pede que a população fique atenta ao aumento do nível do reservatório e respeite as medidas de segurança, evitando pescar ou nadar.
Em 2018, o Distrito Federal atravessou uma séria crise hídrica, ao ponto de adotar racionamento de água. Desde então, os períodos de chuvas abundantes aumentaram o nível dos reservatórios. Por isso, e pelo segundo ano consecutivo, a CEB Geração abrirá as comportas da barragem do Paranoá, com a finalidade de controlar o volume de água represado, atendendo aos protocolos de segurança.
Os meses de janeiro e fevereiro são os mais chuvosos no Distrito Federal. Com o aumento do volume de água, a equipe técnica sinalizou a necessidade iminente de abertura das comportas do vertedouro da barragem”, explica o diretor-geral da CEB Geração, Eduardo Roriz. “Essa ação é necessária para que os níveis permaneçam dentro de patamares confortáveis e em conformidade com as normas técnicas”, completa ele. 
O monitoramento do nível do lago é uma atribuição da CEB Geração, tendo chegado ontem à cota 1000,36 metros. Nesta sexta-feira (7), às 9h, a cota alcançou a marca de 1000,42. Com a previsão de precipitação de cerca de 35 milímetros para sábado e domingo, o que corresponde a um aumento de 12cm/dia na cota do lago, a equipe sinalizou o possível alcance de 1000,60 metros para a tarde deste sábado (8) – sendo necessária a abertura de comporta, conforme procedimento operacional de controle vazão.
Deste modo, nesta manhã (7), a CEB notificou a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal e demais órgãos competentes para mobilização na execução do procedimento, com a necessidade de sobrevoo de helicóptero, antes da abertura das comportas, nas áreas à jusante da barragem e aviso in loco nas comunidades.
O alerta tem a finalidade de avisar a população para que fique atenta às mudanças repentinas no volume do Rio Paranoá”, informa a diretora técnica, Priscila Paris. “Essa é uma medida de segurança para preservar vidas. Pedimos para que se evite circular às margens  do rio Paranoá, o que inclui a prática de pesca e banho no local”, reforça ela.
Fonte: Agência Brasília

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.