STF HOMOLOGA DELAÇÃO DE SERGIO CABRAL


O caso foi remetido para o Ministério Público Federal (MPF) e os depoimentos deverão permanecer em sigilo.
Nesta quarta-feira (5), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, homologou o acordo de delação premiada do ex-governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral. O caso foi remetido para o Ministério Público Federal (MPF) e os depoimentos deverão permanecer em sigilo. 
Cabral está preso desde outubro de 2016, quando o ex-governador assinou acordo de delação premiada com a Polícia Federal (PF). As penas já somam mais de 20 anos de prisão em penas, incluindo condenações na Lava Jato do Rio de Janeiro (RJ).
Com a validação do acordo, a Procuradoria-Geral da República analisará quais frentes serão traçadas com o depoimento de Cabral. Ele se comprometeu a devolver R$ 380 milhões em propinas recebidas.
Fonte: Jornal de Brasília

Postar um comentário

0 Comentários