STF ANALISA PEDIDO QUE PODE ANULAR IMPEACHMENT DE DILMA

   Por Bruna Pieri 
   O Supremo Tribunal Federal (STF) começou a analisar, por meio do Plenário Virtual na última sexta-feira, o pedido de anulação do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), afastada do cargo em agosto de 2016. 
   O ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, que representa a petista no processo, chegou pedir aos ministros, no fim do passado, para que o caso fosse julgado pelo plenário. No entanto, o relator dos mandados de segurança, Alexandre Moraes negou o pedido e deu início ao julgamento virtual. 
   Desta forma, os ministros não se reúnem pessoalmente para debater o assunto, apenas apresentam seus votos no sistema eletrônico do tribunal.
   A votação termina na quinta-feira e até agora, o relator foi o único a votar. Alexandre de Moraes negou a anulação do impeachment. A anulação do impeachment não faria Dilma voltar à Presidência, mas a defesa considera o julgamento fundamental para encerrar o debate sobre os direitos políticos da petista. 
   As informações são do Valor Econômico.





Postar um comentário

0 Comentários