R$ 10 MILHÕES EM PROJETOS DE SAÚDE DIGITAL PARA A COVID-19

Ciência, tecnologia e inovação para enfrentar a pandemia
Na próxima terça-feira (5), será assinada a ordem de serviço que dará início ao convênio entre a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), por meio da Fundação de Apoio à Pesquisa (FAP-DF), e a Fiocruz Brasília para  desenvolver projetos de saúde digital no diagnóstico, tratamento e prevenção da Covid-19. A iniciativa contará com investimento de R$ 10 milhões.
A cerimônia de assinatura terá transmissão ao vivo pelo Twitter daAgência Brasília e Facebook do Governo do Distrito Federal:
https://twitter.com/AgenciaBrasilia
https://www.facebook.com/govdf/
O convênio faz parte das ações prioritárias do Governo do Distrito Federal (GDF) para acelerar o desenvolvimento de terapias e diagnósticos para combater não apenas a atual pandemia provocada pelo novo coronavírus, como também para incorporar a aplicação de novas tecnologias à estrutura permanente do sistema de saúde e minimizar danos de futuras emergências sanitárias.
Resultados esperados
No âmbito do convênio, serão avaliadas e fomentadas soluções em saúde digital, projetos de inovação, serviços e produtos tecnológicos digitais (Artificial, Machine Learning, Realidade Virtual, BIG DATA, Blockchain, Wearables, dentre outras) que se enquadrem no enfrentamento da Covid-19 e das consequências da pandemia nas diversas áreas de conhecimento.
Com isso, espera-se alcançar tecnologias digitais para diagnóstico, tratamento, prevenção (telessaúde, patologia digital); capacitar os profissionais de assistência e gestão da saúde para atuarem no sistema de saúde digitalizado; criar uma rede cooperativa de ciência e tecnologia da cadeia de saúde digital do DF fortalecida para o desenvolvimento de pesquisas tecnológicas de enfrentamento de doenças infectocontagiosas; ampliar a capacidade geral de diagnóstico ampliado da Secretaria de Saúde.
Experiência 
Para a execução do convênio, as secretarias do GDF contarão com a expertise da Fiocruz, referência para a Saúde Pública no Brasil e no mundo. A instituição dedica-se à pesquisa, assistência, vigilância à saúde e produção de vacinas, medicamentos e outros insumos para a saúde. A Fiocruz tem atuação distribuída em todo o território nacional, em seus diversos campos de intervenção relacionados à saúde pública, à educação, ao meio ambiente e a C,T&I.
Atualmente, como órgão de ciência e tecnologia do Ministério da Saúde e braço do Sistema Único de Saúde (SUS), a Fiocruz tem atuação diversificada que incluí estudos clínicos, epidemiológicos e em ciência biológicas, humanas e sociais. Atua também em formação de recursos humanos do nível técnico ao doutorado em áreas como história da ciência e da saúde; atenção e serviços de promoção à saúde; prestação de serviços hospitalares, ambulatoriais e de vigilância sanitária e serviços de referência. A Fiocruz também realiza estudos e ações voltadas para controle de qualidade em saúde, fabricação de medicamentos, vacinas e outros insumos estratégicos, além de fornecer informações para subsidiar elaboração de políticas públicas.

Postar um comentário

0 Comentários