FEIRANTES E PRODUTORES RURAIS SÃO TESTADOS NO DF PARA COVID-19

A partir da próxima segunda-feira (22), a Secretaria de Saúde inicia uma nova modalidade de testagem para a Covid-19 com foco nos feirantes e produtores rurais. Serão visitadas 41 feiras do Distrito Federal pelas Equipes de Saúde da Família das sete Regiões de Saúde. Os servidores farão uma triagem com os trabalhadores de cada box e, durante a avaliação, se houver suspeita da doença, o feirante ou o produtor rural será encaminhado para fazer o teste em uma unidade básica de saúde (UBS).
O objetivo da ação é avaliar esses trabalhadores que têm contato direto com uma parcela da população para diagnosticar casos da Covid-19 na fase inicial. Com isso, o tratamento poderá ser iniciado de forma precoce e, também, evitar que algum feirante, ou produtor esteja transmitindo a doença de forma assintomática para as pessoas que frequentam esses locais.
“Iniciamos nessa quinta-feira (18) o projeto-piloto na Feira Permanente do Cruzeiro para testagem dos feirantes. Como estamos no pico da pandemia, não justifica mais fazer a testagem em massa e testar pessoas assintomáticas. Agora, nosso foco será nas pessoas sintomáticas ou com algum histórico de familiar em casa, ou contato com a doença”, afirma o secretário-adjunto de Assistência à Saúde, Ricardo Tavares.
Foram avaliados 11 trabalhadores com sintomas da Covid-19. Eles foram encaminhados para a UBS e, em nenhum exame, o resultado foi positivo. O secretário-adjunto pondera a relação de proximidade entre feirantes e clientes como critério para iniciar essa avaliação. “É um comércio muito diferenciado, diferente de um shopping e uma loja, que não tem esse contato tão próximo. Na feira, o morador da região conhece o feirante e tem uma relação de amizade”, considera.
As Equipes de Saúde da Família irão coletar informações e avaliar cada um dos trabalhadores e produtores rurais. Serão coletados dados como histórico de contato com algum infectado. A testagem não ocorrerá na própria feira para evitar aglomeração.
Unidades Básicas
A Secretaria de Saúde intensificou a testagem em pessoas com sintomas da Covid-19 nas unidades básicas de saúde. A Atenção Primária, que é a porta de entrada para atendimento na rede pública, oferece atendimento para casos suspeitos da doença em todas as 172 unidades existentes. Desse total de UBSs, 98 realizam os testes rápidos e o swab, de acordo com cada perfil de paciente.
Os exames nas pessoas que apresentarem sintomas são coletados nas próprias unidades. Além disso, é realizada a estratégia fast-track ou duplo fluxo, em que os pacientes com quadros respiratórios entram em fluxos separados na unidade.
Assintomáticos
Caso o cidadão não esteja assintomático, porém teve contato com pessoas que tenham os sintomas, o indicado é fazer isolamento social, em casa. Além disso, quando algum membro da família testa positivo para a Covid-19 todos do grupo familiar são orientados a ficarem em isolamento, recebendo atestado de 14 dias para observação dos sintomas.
Se houver piora, é necessário procurar o serviço de saúde, caso contrário, permanecer em casa. Somente depois desse período, poderá voltar às atividades.
O teste swab é indicado a ser colhido a partir do terceiro até o sétimo dia de sintomas. Já quanto ao teste rápido, a indicação é fazer após o sétimo dia, uma vez que os anticorpos são mais detectáveis.
*Com informações da Secretaria de Saúde

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

disqus'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.