GLOBO PODE FICAR SEM COPA DO MUNDO APÓS AÇÃO CONTRA FIFA

Em ação na Justiça, a Globo alega que a pandemia fez todos os grupos de mídia passarem por dificuldades financeiras.
O Grupo Globo conseguiu uma liminar, nesta terça-feira (23), na 6ª Vara Empresarial da Justiça do Estado do Rio de Janeiro, para não pagar de forma imediata o valor de US$ 90 milhões.
O pagamento, que deveria acontecer no próximo dia 30 de junho, está previsto no contrato de direitos de transmissão celebrado com a Fifa para o período entre 2015 e 2022.
A emissora tenta renegociar os valores do vínculo com a Fifa em razão da pandemia do coronavírus, que comprometeu o calendário do futebol internacional. 
O contrato milionário em questão contempla a Copa do Mundo de 2022, no Qatar.
De acordo com o documento, a intenção da Globo não é rescindir o contrato, mas renegociar os valores para termos mais aceitáveis com a situação atual do mundo.
Caso a Fifa se oponha, a Globo não descarta ficar sem o contrato celebrado anteriormente. Dessa forma, a emissora poderia ficar sem a Copa do Mundo de 2022, a depender das negociações futuras.
Fonte: Renova Mídia

Postar um comentário

0 Comentários