‘MATÉRIA CRIMINOSA’, DIZ FILIPE MARTINS SOBRE A ISTOÉ

Por Tarciso Morais 
“Esclareço que já providenciei aos meus advogados que entrem com ações cíveis e criminais”, diz Martins.
O Assessor Especial da Presidência da República para Assuntos Internacionais, Filipe Martins, teceu duras críticas, neste sábado (21), sobre uma “matéria criminosa” da revista IstoÉ.
A revista incluiu Martins como membro de um “grupo terrorista” de extrema-direita em atuação no Brasil.
Em mensagem no Twitter, Martins disse que vai entrar com uma ação na justiça contra a IstoÉ:
Esclareço que já providenciei aos meus advogados que entrem com ações cíveis e criminais contra os responsáveis e que trabalharei, dentro do governo, para avançar um pacote de providências para cada um dos membros do governo que foram atingidos.”
Martins acrescentou:
Não vou descansar até que a Editora Três, o corpo editorial da revista ISTOÉ e os delinquentes que assinam a matéria de capa, Marcos Strecker e Mariana Ferrari, sejam punidos e percebam a dimensão do que fizeram e a disposição e capacidade de reagir daqueles que eles atacaram.
Fonte: Renova Mídia

Postar um comentário

0 Comentários