MÉDICO É DENUNCIADO POR DEFENDER CLOROQUINA CONTA A COVID

Francês Didier Raoult é referência no tratamento com o medicamento
O médico francês Dider Raoult, referência mundial em tratamento da Covid-19 com hidroxicloroquina, foi denunciado pela Sociedade de Patologia Infecciosa de Língua Francesa (SPILF) por “promoção indevida do medicamento”.
O jornal Le Figaro relatou que a SPILF condena Raoult por fazer campanha pela hidroxicloroquina “sem que a ciência tenha estabelecido claramente nenhum dado preciso a respeito, o que supõe uma infração das recomendações das autoridades de saúde”.
– Confirmamos que houve uma denúncia ao conselho departamental das Bocas do Ródano do Colégio de Médicos, mas a SPILF não quer se manifestar sobre o assunto enquanto durar o caso – disse o porta-voz da SPILF.
A publicação francesa também revelou um trecho da denúncia feita em julho: “Nos perguntamos se sua postura tão contundente (…) não contribuiu para prejudicar a mensagem de prevenção na saúde pública”.
Apesar de não haver comprovação científica e nem consenso na comunidade médica, a hidroxicloroquina tem sido defendida por profissionais da saúde ao redor do mundo e líderes como o presidente Donald Trump e Jair Bolsonaro.
A partir desse momento, a denúncia tentará ser resolvida através de uma conciliação entre as partes. Caso não haja acordo, um conselho disciplinar irá deliberar sobre a situação do médico, em um processo que pode durar meses.
Instituto Mediterrâneo de Infecções de Marselha, dirigido por Raoult, ainda não se manifestou.
Fonte: Pleno News

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Corrigir: Médico é denunciado por defender cloroquina "CONTA" a covid.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.