POLICIAL QUE SOFRIA AMEAÇAS É EXECUTADO POR CRIMINOSOS

Túlio Godoy foi morto a tiros enquanto participava de festaNeste fim de semana, na noite de sábado (5), um policial militar foi executado a tiros no meio de uma festa em João Pessoa, Paraíba. Túlio Godoy estava na frente da casa de uma amiga, Allana Drelayne, de 19 anos. Ela também morreu no tiroteio.
Um carro branco parou em frente à residência, durante uma festa. Dois homens se aproximaram e atiraram várias vezes em direção ao policial. Túlio faleceu no local. Segundo a Polícia Civil da Paraíba, o caso foi uma execução.
Eles colheram depoimentos de amigos e colegas de Túlio e souberam que ele estava sofrendo ameaças de morte de bandidos há algum tempo. A delegada responsável pelo caso, Vanderleia Gadi, acredita que o motivo foi a retaliação após Túlio e sua equipe apreenderem uma carga grande de drogas e armas no bairro em que ele morava.
– Amigos policiais testemunharam que ele andava preocupado com essas ameaças. Inclusive, tinha comentado isso na própria noite em que morreu – declarou a delegada.
Fonte: Pleno News 

Postar um comentário

2 Comentários

  1. Sei quem foi , a quadrilha do Rodrigo dos Santos , vende arma e droga do Paraguay . Povo de bem, povo da Paraíba , policia militar vamos vingar a morte do Túlio e da Allana, dois jovens com tantos sonhos, mortos por um bando de espíritos do mal. Cristãos de João Pessoa, Deus fez o chamado, pra eliminar essas almas penadas do tráfico e limpar essa cidade da perdição do crime e da injustiça. Eliminem o mal da terra, em nome de Jesus, formem o exército e encaminhem , na bala de chumbo , esses demônios criminosos do tráfico de droga e armas, de volta para o inferno. Sou Ema Simon- DF ,

    ResponderExcluir
  2. Passo o add o nessa corja, resposta à altura ou mais alta ainda.
    Mexeu com um mexeu com todos.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.